148 participantes vão estar no início da primeira edição da Titan Series Saudi Arabia, que terá lugar de 29 de janeiro a 1 de fevereiro na província de Hail, localizada a noroeste da Arábia Saudita.

Este é o primeiro evento do calendário da Titan World Series 2020, a ser continuado em Marrocos (19 a 24 de abril) com a 15ª edição da corrida “Garmin Titan Desert” e alguns meses depois no México com a corrida “Titan Series La Paz – México” (13 a 15 de novembro).

O número de ciclistas que participam nesta primeira corrida exclusiva da corrida Titan Series Saudi Arabia, foi restringido para garantir a melhor experiência e o melhor serviço aos competidores.

Os organizadores da Titan World Series enfrentam esta nova aventura cheios de entusiasmo: “Estamos muito gratos pela calorosa recepção que recebemos de todas as autoridades locais. Já testemunhámos o quão ansioso este país está em sediar os principais eventos desportivos internacionais, como a Titan Series. Todos estão a fazer o possível para que tudo corra da melhor maneira possível. Os participantes terão uma ótima impressão de um país maravilhoso que merece ser descoberto”.

Para a Federação de Ciclismo da Arábia Saudita, “esta competição permitirá mostrar as belas paisagens da Arábia por meio de um desporto sustentável como o ciclismo e, contribuirá para o desenvolvimento do desporto em todo o país. Os desportos estão a crescer tanto em participantes quanto em fãs todos os anos. A GSA e a Federação estão a investir nestes eventos internacionais para melhorar a nossa experiência profissional e promover uma participação massiva ”, disseram os representantes da federação.

Representantes da região árabe de Hail dizem que “é um orgulho receber mais de cem ciclistas internacionais que promoverão o nosso território em todo o mundo”.

Uma excelente participação

A primeira edição da Titan Series Saudi Arabia reunirá 148 ciclistas, 4 deles da federação local, a corrida cativou desde logo os amantes da aventura no BTT e as inscrições esgotaram em apenas uma semana.

Entre os inscritos, 135 são homens (91%) e 13 são mulheres (9%). Por nacionalidades, existem 9 países representados, com destaque para a Espanha, França e Bahrain. Por faixa etária, a maioria dos ciclistas é Master-50 (52 ciclistas) e Master-40 (40).

106 atletas participarão nas classes individuais (masculino e feminino); existem 10 equipas de 3 atletas inscritas e, outras 6 equipas compostas por duplas mistas.

Explorando a beleza do país

A Titan Series Saudi Arabia permitirá que se descubra um país inexplorado e de incrível beleza.

Quatro etapas ocorrerão, com base na cidade de Hail. A primeira passará por uma série de montanhas, com trilhos de boas superfícies que levarão ao acampamento, o ponto focal das etapas restantes.

A segunda etapa será a mais difícil em termos físicos. Com o maior acumulado de subida dos 4 dias, percorrerá a parte sul da cordilheira e retornará ao ponto de partida.

A terceira etapa será o grande dia da corrida. Depois de percorrer uma seção de dunas, passará por um desfiladeiro espetacular, no qual, além de pequenas travessias de água, encontrarão os quilómetros mais “técnicos” de todo o percurso.

No último dia, com menos quilómetros, regressarão à cidade de Hail por um percurso com boa superfície e sem dificuldades técnicas.

Etapa 1 – Quarta-feira 29 de janeiro

Distância: 89 km
Ganho de elevação: 873 m.
Dificuldade: ***

Após uma partida controlada ao longo de uma estrada secundária, esta primeira etapa inicia-se por trilhos bastante arenosos, sem grandes dificuldades técnicas. Os atletas atravessarão algumas estradas antes de chegarem a um grande planalto, no qual percorrerá uma cordilheira.

No final desta seção, no sopé das montanhas, entrará num caminho largo, com partes muito suaves que levam a outro caminho de melhor qualidade, até o final da etapa especial. Um pequeno percurso de ligação seguirá então até ao acampamento.

Etapa 2 – Quinta-feira, 30 de janeiro

Distância: 109 km
Ganho de elevação: 1001 m.
Dificuldade: *****

Começa por trilhos largas até um grande planalto, onde começa uma seção off-road em direção a norte. Depois de o completar e subir alguns quilómetros ao longo de uma estrada, atacarão as dunas nesta etapa especial: uma secção de 4 quilómetros até ao início de uma grande faixa de areia cercada por grandes dunas.

A última parte da etapa especial começa depois de sair deste trilho e superar um desfiladeiro. A etapa percorre trilhas arenosas, um bocado de estrada de asfalto e um desfiladeiro técnico, com passagens rochosas, outras mais limpas e a uma secção de terra compactada.

Sem dúvida, a etapa mais desértica da corrida.

Etapa 3 – Sexta-feira, 31 de janeiro

Distância: 99 km
Ganho de elevação: 1180 m.
Dificuldade: *****

Após uma partida controlada, duras subidas e descidas seguir-se-ão a um trilho rochoso. O percurso passa por um desfiladeiro com secções técnicas durante alguns quilómetros. Ao sair do desfiladeiro, chegará a uma ampla planície levando a uma área habitada.

Depois de alguns quilómetros ao longo da berma de uma estrada, chegarão a uma faixa muito larga com áreas arenosas. Esse trilho segue e, após uma subida curta, mas intensa, chegará ao ponto de chegada do dia anterior. A etapa de ligação leva então ao acampamento.

É a etapa mais montanhosa da corrida.

Etapa 4 – Sábado, 1 de fevereiro

Distância: 69 km
Ganho de elevação: 370 m
Dificuldade: ***

Após o início do desfiladeiro e da secção de asfalto já percorrida na Etapa 2, chegará a uma área de muitos trilhos paralelos, entre passagens rochosas e planaltos. A secção final segue direta para o Hotel Millenium em Hail, a zona de meta da primeira edição da Titan Series Arábia Saudita.

Restam apenas alguns quilómetros da etapa de ligação ao longo de uma estrada de asfalto, desde o final da etapa especial até ao arco da meta.

Deixar uma resposta