Pirelli lança site de venda ao consumidor

0
368

Em conjunto com o lançamento oficial dos novos pneus PZero Velo, a Pirelli inaugurou um novo site, velo.pirelli.com, totalmente dedicado aos seus pneus de bicicleta. Hoje, a sua presença na internet é enriquecida com a adição do serviço de comércio electrónico.

Embora, os novos pneus possam ser adquiridos tanto pelos canais tradicionais de comércio, graças a uma extensa rede de distribuição, que cobre quase toda a Europa e já começa em expansão nos Estados Unidos e Ásia, e online, através do site dedicado ao comércio electrónico.

A secção de comércio electrónico, disponível para utilização a partir de agora, providencia o acompanhamento na compra da maioria dos produtos que compõem a gama Velo: PZERO VELO, silver label, o mais versátil e multiusos, PZERO VELO TT, red label, para velocidade e mínima fricção, e PZERO VELO 4S, pneus para toda a época, embora escolha ideal para os invernos rigorosos.

Já online, estão as secções para os segmentos Urbano e BTT, cuja linha a companhia vai incrementar progressivamente. Além disso, velo.pirelli.com oferecerá brevemente a oportunidade de comprar online artigos exclusivos, não disponíveis no comércio tradicional. Um primeiro exemplo? A “capsule collection”, de vestuário criado em colaboração com a Castelli.

É uma linha de vestuário de alta tecnologia, que a Pirelli Design adaptou à sua identidade única, tornando-a exclusiva e particularmente valiosa, não apenas devido ao logotipo da Pirelli, mas também por causa do reconhecimento técnico do produto aos olhos dos consumidores mais informados.

Além disso, na revista online VeloWorld, os consumidores encontrarão notícias, eventos e promoções exclusivas, direcionadas pela Pirelli ao mundo das bicicletas, tal como conteúdos especialmente concebidos para narrar o universo velocipédico de um ponto de vista fresco e original.

Por enquanto o velo.pirelli.com está disponível em Itália, França, Espanha, Alemanha, Benelux (Bélgica, Países Baixos e Luxemburgo) e Reino Unido, vamos torcer para que seja também alargado a Portugal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome