A marca francesa Look, inventora dos pedais de encaixe, do primeiro quadro de carbono e do primeiro quadro de pista monobloco em carbono, é a líder mundial de pedais de encaixe de estrada.

No entanto, não é apenas nos pedais de estrada que a LOOK marca a sua posição, disponibilizando também vários modelos de pedais de encaixe para BTT, encontrando-se inclusive a fazer uma campanha de retoma, ao entregar os seus velhos pedais, na compra de uns pedais Look novos.

Chegou-nos entretanto ao BTT Lobo, um par de pedais LOOK X-Track Race Carbon, para podermos verificar na primeira pessoa a qualidade e funcionamento dos mesmos.

Segundo a marca, os seus engenheiros empenharam-se a estudar o melhor compromisso entre tamanho/peso, com vista a melhorar a transferência de potência, sem sacrificar em demasia a leveza.

Os LOOK X-Track Race Carbon apresentam um corpo em carbono, com eixo em aço cromolítico (aço 41xx), que permitem aumentar a área de contacto do pé com o pedal e a resistência do eixo, sem fazer subir muito o ponteiro da balança.

Esta área de contacto aumentada, permite um óptimo apoio ao pé, mesmo quando não está encaixado, proporcionando mais segurança aos ciclistas que por vezes em zonas onde têm receio, optam por desencaixar um pedal. Isto dá também jeito até mesmo para quando vamos fazer umas compras rápidas de bicicleta e levamos o nosso calçado normal.

Quando com os sapatos de encaixe, os LOOK X-Track Race Carbon permitem um encaixe fácil, rápido e intuitivo, no entanto, mesmo quando isto não acontece, as áreas de contacto laterais oferecem um óptimo suporte ao pé, evitando que este escorregue do pedal.

Com o seu sistema de ajuste de tensão da mola, podemos regular a facilidade com que se encaixa/desencaixa o pedal e a sua geometria, faz com que o lixo, lama ou areia, se soltem com relativa facilidade dos pedais, garantindo que estes estão sempre seguramente encaixados e que desencaixem sempre que necessário.

Por aqui, depois de os testarmos a subir/descer estradões e single tracks rolantes e com pedra, drops, zonas técnicas ou rolantes, piso seco, lama, barro ou água, nunca nos falharam. Nunca nos custaram a encaixar ou desencaixar, nunca tivemos problemas com excesso de lixo.

A sensação de estabilidade por estarmos convenientemente seguros à bicicleta foi excelente, proporcionando um enorme sentimento de segurança.

Mesmo em descidas mais duras, técnicas e com pedra, em que tivemos de passar bastante tempo apenas em cima dos pedais, o conforto fez-se sentir.

Quando foi necessário carregar com força nos cranks numa subida mais dura, ou num sprint, responderam também à altura e, não menos importante, nunca desencaixaram acidentalmente.

O corpo em carbono, pode dar a sensação de que sejam mais frágeis e deu-nos uma “picada no coração” numa ou outra vez que batemos com eles em pedras, sofreram um ou outro risco, mas nada de significativo.

Características dos LOOK X-Track Race Carbon:

  • Utilização – XC Competição e Lazer
  • Tensão – 6 a 14
  • Corpo – Carbono
  • Eixo – aço cromolítico +
  • Flutuação – 6 °
  • Material da plataforma – aço cromolítico
  • Área da plataforma – 515 mm²
  • Largura da plataforma – 60 mm
  • Altura efetiva + Cleats – 16,8 mm (10,7 + 6,1 mm)
  • Cleats – Compatíveis com SPD
  • Relação potência/peso: 4 de 5

Os Look X- Race Carbon, embora não sejam dos pedais mais leves (354g sem cleats, pesados por nós) ou os mais baratos do mercado, também não se encontram no extremo oposto, sendo uns pedais fiáveis, confortáveis e esteticamente bonitos.

Review
Peso
8
Robustez
10
Preço
8
Estética
10
Artigo anteriorPavel Sivakov vence a segunda etapa da Volta aos Alpes
Próximo artigoTroféu Resistência Beirão 2019
Diogo Lobo
Fundador do BTT Lobo e desde pequeno aficionado pela bicicleta. Eterno apaixonado por comunicação, vídeo e criação de conteúdo, profundo amante de bicicletas, principalmente as de BTT. É no BTT que está a minha paixão, e é esta mesma paixão que me move para continuar a dar diariamente as novidades mais fresquinhas sobre o mundo das bikes. O objetivo passa por trazer um pouco do meu conhecimento a quem segue o BTT Lobo e, quem sabe, melhorar o quotidiano de quem usufrui do nosso site, o seu portal a pedal em Portugal e no Mundo.

Deixar uma resposta