Os melhores lugares para pedalar em Itália

124

Um país tradicional no ciclismo, a Itália já teve grandes atletas na modalidade – como Marco Pantani, Alfredo Binda, Felice Gimondi e tantos outros que venceram importantes competições internacionais. Tanto sucesso assim não é coincidência. A Itália é um óptimo lugar para pedalar, com estradas de qualidade, paisagens bonitas do norte ao sul e até nas ilhas.

Toscana —  Uma região conhecida pelos vinhos e por conservar a tradicional história italiana, a Toscana tem várias atracções turísticas que por si só são excelentes motivos para visitar o lugar.

Caso goste de pedalar e conhecer novos lugares, conhecer a Toscana com uma bicicleta pode ser desafiador, mas muito prazeroso. É uma região com muitas montanhas e vales, o que pode dificultar o percurso, porém, as paisagens fazem valer o esforço.

Por ter um clima agradável, mesmo durante o inverno é um bom período para pedalar nas cidades da Toscana e isso inclui as famosas Pisa e Florença. Ambas com muitas estradas rurais e vinhedos, uma parada em lugares como Piazza Santa Croce, Galeria Uffizi e Praça da República são indispensáveis.

Sicília — Assim como Toscana, essa ilha italiana tem diversas opções turísticas que atraem muitos turistas todos os anos. Com a bicicleta, também é um destino procurado em demasia pelos profissionais ou amadores.

A Sicília tem rotas também desafiadoras, como, por exemplo, pedalar perto do vulcão Etna, um dos maiores do mundo. Caso queira uma estrada mais tranquila e com o estilo tradicional da Sicília, aventurar-se em cidades como Corleone, Trapani e Siracusa.

Uma rota muito famosa é aproveitar o litoral da Sicília, entre as cidades de Trapani e Siracusa. Esse famoso trajecto fica em 600 km e passa por outros lugares turísticos como Sciacca, Licata e Ragusa.

São Remo — Junto com Milão, São Remo é protagonista de uma das maiores etapas do ciclismo italiano. Conhecida como La Classica di Primavera, essa prova acontece no mês de março e data desde 1907.

São Remo oferece mais de 80 rotas de ciclismo, que pode ser aproveitada entre amadores ou profissionais. Uma cidade que valoriza muito esse desporto, várias pistas urbanas no centro são projetadas justamente para o melhor do ciclista.

Entre as rotas mais famosas em São Remo, está a ida até Imperia, que fica a aproximadamente 40 quilómetros de distância. Nessa rota, é possível aproveitar as belezas do mar mediterrâneo no norte italiano. Mais um trajecto especial, com 104 quilómetros, conecta as cidades de São Remo até Ligúria.

São Remo também é uma cidade muito turística, o que torna toda experiência de pedalar por lá ainda mais especial. O casino da cidade, tradicional e muito antigo, também tem muita conexão com outro desporto, o póquer, visto que já sediou um importante evento dessa modalidade.

Sul da Itália — Esse também é um dos melhores lugares para pedalar na Europa. Uma rota famosa para os ciclistas vai entre as cidades de Campania, Basilicata e Apulia, e conecta outras como Nápoles até Bari em um trajecto de 330 quilómetros.

Diferente de outros trajectos, esse é mais fácil de ser concluído. Outra vantagem é que em todos os meses do ano o clima é agradável para realizar essa rota.

Fronteira com Áustria — No norte extremo da Itália, é possível atravessar da Itália até a Áustria em uma conhecida rota entre os turistas. A partir do vale da Pusteria, com grandes montanhas e uma paisagem espectacular para os ciclistas, é possível viajar até Lienz, cidade austríaca.

O trajecto é composto por 105 quilómetros e complicado para ciclistas que não estão acostumados com montanha. É uma opção um pouco mais radical, e que nesse período do ano pode ser enfrentada com frio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome