De bicicleta até à Figueira da Foz: melhores caminhos e diversão nas cidades

419

Figueira da Foz está em óptima localização: bem no centro de Portugal, encontra-se perto do Porto e não muito longe de Lisboa. Para os ciclistas que gostam de andar pelos trilhos do centro, Figueira é um destino que garante bons trajectos cercado de água e montanhas.

Escolher o fim-de-semana para visitar Figueira é o ideal. Seja em um percurso longo ou curto, alguns dias na cidade são ideais para conhecer as principais atracções e relaxar após a pedalada.

Do Porto até Figueira

Quem sai do Porto pode apreciar um caminho espetacular em que grande parte do trajecto é composto por belas paisagens. Por esse trajecto, que resulta em aproximadamente 150 quilómetros de distância, destinos como Torreira, Cais de São Jacinto, Costa Nova, Praia da Vagueira, Praia de Quaios e outros lugares de bonita natureza podem ser visitados.

Em 2016, cinco pessoas fizeram esse percurso, e eles relataram a experiência no site Expresso. Entre paradas e visitas turísticas, o grupo pedalou por três dias e foi acompanhado pelo mar durante alguns lugares do trajecto.

O percurso entre Porto até Figueira, no entanto, nem sempre é fácil. Parte da estrada que vai da Praia de Mira até Quiaios, por exemplo, é composta por buracos. O desafio não é tranquilo, mas são poucos carros e a paisagem é incrível.

Antes de encarar a estrada, aproveitar a Praia da Mira é um tempo bem gasto. Com areia branca, dunas baldeadas e muitos surfistas, a praia é adequada para relaxar e descansar. Também é um lugar onde se come bem.

Pela parte de Quiaios, bem próximo de Figueira da Foz, é possível apreciar a paisagem das árvores e da natureza da Serra da Boa Viagem. Para os ciclistas, é ainda melhor: não há muita movimentação dos carros e isso torna o trajecto mais natural.

Trajecto dentro de Coimbra

Outra opção muito utilizada pelos ciclistas é sair do próprio distrito de Coimbra até Figueira da Foz.

Ir de Coimbra até Figueira, por exemplo, é um trajecto curto, de aproximadamente 45 quilómetros. Contudo, isso depende do caminho que o ciclista escolher. Cerca de duas horas sem pedalar forte são necessárias para cumprir o percurso mais tradicional e isso torna a jornada mais tranquila para quase todos os ciclistas.

O trajecto é plano e directo. Há alguns trechos com estado irregular, mas totalmente superáveis. Esse percurso é mais designado para os trabalhos rurais. Portanto, há pouco ou quase nenhum trânsito na estrada.

Devido a linda estrada de campo, chegar à Ereira é um dos melhores pontos do percurso. Cercada pelo rio Mondego, essa cidade proporciona grandes paisagens.

Quando o ciclista chega em Figueira, são várias opções de descanso e entretenimento. Como é um trajecto curto, é bom sair cedo de Coimbra e chegar lá ainda na parte da manhã para aproveitar a praia de Figueira e outras atracções.

Nesta parte do ano, as praias de lá estão a aquecer com sol e muita gente. Além da praia, à tarde é bom conhecer o Museu Municipal Dr. Santos Rocha. «Poderá admirar um vasto espólio de arqueologia, etnografia africana e oriental, numismática, pintura, escultura, cerâmica e mobiliário», diz o site Center of Portugal. Também há o Núcleo Museológico do Mar, o Parque das Abadias e, claro, a turística Torre do Relógio.

São várias opções de diversão nocturna em Figueira. E para os que não conseguem ficar de fora da prática desportiva quando o sol vai embora, o Casino da Figueira é uma óptima opção. O casino é uma das referências no póquer do distrito e tem muita tradição na modalidade. No passado, por exemplo, eles receberam a famosa Portugal Poker Series, que reuniu importantes portugueses desse desporto.

Lisboa até Figueira

São mais de 920 quilómetros cicláveis ao longo da costa portuguesa. Esse percurso fantástico para os ciclistas conecta o Algarve até o norte e, claro, passa directamente por Lisboa até Figueira.

Portanto, Lisboa até Figueira é um trajecto óbvio com cerca de 200 quilómetros e utilizado pelos ciclistas. Muitos fazem o percurso da capital portuguesa até Porto, e realizam uma parada em Figueira. De qualquer jeito, é uma viagem espetacular e com várias paradas.

Uma visita imperdível é na secção 11 da rota, trajecto entre Santa Cruz a Peniche. Essa parte é composta por praias espetaculares, boa gastronomia e lindas paisagens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome