O ciclista José Gonçalves sagrou-se hoje campeão português de contrarrelógio de elites, ao ser o mais rápido nos 32,3 quilómetros da prova, disputada em Melgaço.

O corredor da Katusha Alpecin precisou de 42.46 minutos para cumprir um trajeto com uma ponta final muito dura, gastando menos 21 segundos do que o irmão Domingos Gonçalves (Caja Rural), detentor do título, segundo classificado.

António Carvalho (W52-FC Porto) terminou no terceiro lugar, com o tempo de 43.49 minutos.

José Gonçalves, que no ano passado, nesta vertente de exercício individual, tinha feito o segundo lugar, atrás de Domingos Gonçalves, trocou agora de posição com o irmão gémeo, considerando que este triunfo “era um objetivo de carreira”.

“A primeira parte foi mais dura, mas tentei gerir da melhor forma o esforço para depois recuperar e dar tudo. Os objetivos da minha época passavam por isto e a notícia de hoje de que fui selecionado para representar a equipa [Katusha] na Volta a França deu-me ainda mais motivação”, disse o novo campeão nacional de contrarrelógio.

Já Domingos Gonçalves considerou que a sua camisola de campeão ficou bem entregue ao irmão, reconhecendo que ainda não está na melhor forma.

“Fico contente de ter sido ele a vencer. Era um dos candidatos mais fortes e sabia que estava a andar mais do que eu, que ainda estou a recuperar o ritmo depois da última queda. A prova de fundo de domingo? Dizem que sou uma carta fora do baralho, mas isso a mim é-me igual, já ganhei um ano. Vou dar o melhor”, garantiu o ciclista, que corre na equipa espanhola Caja Rural.

O pódio nesta vertente de contrarrelógio de elites ficou fechado com António Carvalho, que corre na W52/FC Porto e que, no final, se mostrou conformado com o terceiro lugar.

“Vinha com boas sensações, mas os irmãos Gonçalves são muito fortes neste terreno. Foi um contrarrelógio muito duro, mas o objetivo era ir ao pódio e, felizmente, consegui. Agora é voltar a dar o máximo na prova de domingo. Temos bons corredores na equipa para conseguir um bom resultado”, disse o ciclista que representa os ‘dragões’.

Historial dos últimos 10 vencedores da prova de contrarrelógio dos Campeonatos Nacionais de ciclismo de estrada, na categoria de elite:

2019: José Gonçalves
2018: Domingos Gonçalves
2017: Domingos Gonçalves
2016: Nelson Oliveira
2015: Nelson Oliveira
2014: Nelson Oliveira
2013: Rui Costa
2012: José Gonçalves
2011: Nelson Oliveira
2010: Sérgio Sousa

Os corredores da categoria de elite voltam à estrada no domingo, para discutirem o título nacional de fundo, num percurso de 197 quilómetros, em circuito, com a meta está instalada no topo de uma rampa de um quilómetro com inclinação média de 8,5%.