A novíssima Scott Gambler Tuned foi concebida para uma coisa apenas: velocidade pura e não adulterada, aproveitando anos de desenvolvimento em corridas e misturando-o com a experiência em carbono da Scott, esta bicicleta é a sua resposta às necessidades das corridas de downhill.

A nova Scott Gambler Tuned é o resultado de vários anos de pesquisa e desenvolvimento, trabalhando com alguns dos melhores atletas do mundo, dentro e fora da pista de corrida, para uma das bicicletas de downhill mais leves e ajustáveis ​​no Circuito da Taça do Mundo.

O ajuste de progressão, o ajuste do tamanho da roda e um peso do quadro de apenas 2650g, incluindo o hardware, são a combinação para criar uma máquina de corrida pura.

Então, como é que a Scott lá chegou? Considerando a bicicleta como um sistema completo, dividiu as coisas em quatro fatores principais: construção, ajustabilidade, geometria e integração.

CONSTRUÇÃO

A Scott queria que a bicicleta fosse leve, rígida e forte. Se olharmos para o seu pedigree de corrida noutras disciplinas, o seu objetivo é dar sempre aos seus atletas tantas vantagens competitivas quanto possível sobre as outras marcas.

Com a vantagem do peso, a Scott tornou-se especialista ao longo dos anos e pode finalmente aplicar esse conhecimento a um equipamento de corrida de downhill. O quadro de carbono da Gambler Tuned com hardware fica-se pelas 2650g.

No entanto, o design e a engenharia de carbono vão além do peso, como quando a Scott define uma meta de peso, também estabelece um alvo de rigidez. Trabalhando em estreita colaboração com os seus atletas para determinar uma boa mistura de rigidez e flexibilidade, com o objetivo de lhes fornecer uma ferramenta que fosse proficiente em todas as pistas da taça do mundo e em todas as condições.

Trabalhando com vários materiais e técnicas de lay-out, a Scott conseguiu obter uma estrutura torcionalmente rígida para um comportamento responsivo, mas com o nível certo de flexão lateral para fornecer conformidade e conforto em secções difíceis da pista.

Embora a Scott tenha conseguido atingir a sua meta de baixo peso, não comprometeu a sua meta de força. Esta é, afinal, uma bicicleta de downhill, e precisa ser capaz de rolar através das pancadas.

A Scott testou todas as suas bicicletas de acordo com o seu alto padrão, que fica bem acima das normas da indústria, e com a Gambler queria garantir que a bicicleta pudesse suportar as forças que um atleta profissional pode exercer durante uma temporada de taça do mundo. Não faz sentido fazer uma bicicleta leve e rápida se não for uma bicicleta forte.

AJUSTABILIDADE

As bicicletas de downhill da Scott, sempre pressionaram os limites da ajustabilidade. Tanto o ciclista como a bicicleta precisam ser capazes de se adaptar a pistas, condições climáticas e opções de amortecimento (ar ou mola).

A nova Gambler permite que alterne entre os tamanhos de roda, sem alterar nenhum outro componente da bicicleta. O comprimento das escores inferiores também pode ser ajustado, independente da escolha de tamanho de roda. Curta com 29”? Com certeza! Longa com 27,5”? Sim, também pode ser.

A Gambler também vem com copos de caixa de direção angulares de substituição, para que possa ajustar o ângulo da testa em relação às rodas, escolha da suspensão, etc.

A Scott também dispõe de uma ficha de 4 posições, para permitir não apenas o ajuste de altura da caixa do pedaleiro em relação às rodas, mas o mais importante, para ajustes geométricos / cinemáticos dependendo das pistas, amortecedores ou preferência do ciclista. A Scott quer que a bicicleta seja otimizável para cada amortecedor e ciclista, conforme a pista.

“Desde o primeiro momento em que me sentei na nova Scott Gambler, senti-me confortável e precisei de muito pouca configuração para me fazer sentir em casa. Acho que a minha coisa favorita é a leveza e a sua capacidade de transportar velocidade mesmo nas pistas mais planas e, raios parta, é sexy!” – Dean Lucas SCOTT DH FACTORY

INTEGRAÇÃO

A integração está a tornar-se um tópico cada vez mais importante na Scott com o passar do tempo. A Scott passa muito tempo a olhar para conceitos anteriores e a perguntar se realmente os quer manter nos novos compromissos de desempenho de bicicleta devido a padrões antigos – não o fez. Foi aí que surgiu a sua solução proprietária de guia/anti-queda de corrente.

Parece que não deveria fazer uma grande diferença na bicicleta, mas acontece que faz. A Scott até brinca dizendo que isso ditou o design de toda a bicicleta.

Por que fazer dessa uma peça proprietária? Os dispositivos de corrente normalmente são feitos para funcionar com muitas bicicletas diferentes e, portanto, estão comprometidos.

A Scott precisa apenas de fazer com que funcione para este quadro e uma faixa específica de tamanhos de prato pedaleiro, para que seja mais fácil de configurar, melhor desempenho, mais leve e nos ganhar algumas vantagens na construção do quadro, reduzindo ainda mais o peso e aumentando a fiabilidade/durabilidade.

Ao abandonar o tradicional padrão de guia/anti-queda de corrente ISCG, a Scott foi capaz de projetar especificamente em torno do seu quadro, abrindo muitas opções para soluções inteligentes que de outra forma não estariam disponíveis.

SYNCROS HIXON iC DH

A integração não é mais forte em qualquer outro lugar do que no cockpit. O novo Hixon iC DH para montagens Syncros, baseia-se nos desenvolvimentos recentes em cockpits de uma peça para construir o cockpit DH mais leve do mercado.

Por que construir um de uma única peça? Um guiador e avanço tradicionais devem ser reforçados no ponto de fixação, particularmente quando se usa carbono.

Ao moldar os dois juntos, deixa de ser preciso reforçar esse ponto e a Scott pode concentrar-se em encontrar os valores perfeitos de rigidez para o guiador.

Além disso, a Scott pode construir um layup super forte que pode suportar 260kg de cada lado numa força descendente (mais de meia tonelada no total) e retornar à sua forma original sem qualquer deformação – bem acima dos seus rigorosos padrões internos para um guiador de DH.

Mais perguntas? Ouça o engenheiro da Scott!

Mais perguntas sobre a bicicleta? Ouça Tim Stevens, o engenheiro-chefe por trás da Gambler, contar tudo o que pode querer saber em relação aos recursos e conceitos tecnológicos por trás da nova Scott Gambler.

A nova SCOTT Gambler 900 Tuned estará disponível nas lojas até dezembro de 2019, a um preço provisório de 7999 €. Mais informações podem ser consultadas em scott-sports.com.

Deixar uma resposta