O belga Dylan Teuns (Bahrain Merida) venceu hoje a sexta etapa da Volta a França, conquistando La Planche des Belles Filles no ano de estreia, com o italiano Giulio Ciccone (Trek-Segafredo) a vestir a camisola amarela.

Giulio Ciccone é o novo camisola amarela da Volta a França
© A.S.O. / Pauline Ballet

Teuns, que fez vingar a fuga, completou os 160,5 quilómetros entre Mulhouse e La Planche des Belles Filles em 4:29.03 horas, 11 segundos a menos que o novo camisola amarela, Ciccone, e 1.05 minutos para o belga Xandro Meurisse (Wanty-Gobert), terceiro.

Depois de uma longa fuga, Teuns e Ciccone foram deixando ‘cair’ os companheiros, incluindo o líder da montanha, o belga Tim Wellens (Lotto Soudal), para disputar entre si a etapa, a primeira com chegada em alto deste Tour, com inclinações que superavam os 20%.

© A.S.O. / Alex Broadway

Antes, já o pelotão da corrida tinha enfrentado uma subida de primeira categoria, duas de segunda e outras duas de terceira, com as dificuldades a selecionarem o pelotão e abrirem o espaço temporal para a fuga ‘vingar’.

Nos últimos metros, Teuns, que aos 27 anos se estreia na ‘Grande Boucle’, acabou por bater o ‘esforço’ do italiano, que ainda assim veste de amarelo após La Planche des Belles Filles, introduzida em 2012, mas desde então um ‘viveiro’ de campeões.

© A.S.O. / Alex Broadway

Desde esse ano, que teve o britânico Bradley Wiggins de amarelo e como vencedor da geral final, que os líderes nesta passagem acabaram por vencer a prova: foi assim com o italiano Vincenzo Nibali (2014) e o também britânico Chris Froome (2017).

© A.S.O. / Alex Broadway

Na classificação geral, o italiano assume a liderança que era do francês Julian Alaphilippe (Deceuninck-Quick Step), agora segundo a seis segundos, com o vencedor do primeiro dia de alta montanha no terceiro posto, a 32.

© A.S.O. / Jered Gruber & Ashley Gruber

No grupo dos favoritos, o campeão de 2018, o britânico Geraint Thomas (INEOS), foi o melhor ao ser quarto, ganhando entre dois a nove segundos aos outros favoritos, com o francês Thibaut Pinot (Groupama-FDJ) em quinto e o colombiano Nairo Quintana (Movistar) em sétimo.

© A.S.O. / Pauline Ballet

O francês Romain Bardet (AG2R La Mondiale) perdeu mais de um minuto para Thomas, enquanto o italiano Vincenzo Nibali (Bahrain Merida) ficou a 2.35 minutos do vencedor, ficando com a vida complicada à primeira dificuldade de alta montanha.

© A.S.O. / Pauline Ballet

Os três portugueses estiveram hoje discretos e perderam posições na geral, com Rui Costa (UAE Emirates) a cair para 43.º, a 14.39 minutos, Nelson Oliveira (Movistar) em 97.º, a 37.03, e José Gonçalves (Katusha-Alpecin) em 111.º, a 41.36.

Classificações da 106.ª Volta a França em bicicleta, após a sexta etapa, entre Mulhouse e La Planche des Belles Filles:

Classificação da etapa:

1. Dylan Teuns, Bel (Bahrain Merida), 4:29.03 horas. (média: 35,79 km/h)
2. Giulio Ciccone, Ita (Trek-Segafredo), a 11 segundos.
3. Xandro Meurisse, Bel (Wanty-Gobert), a 1.05 minutos.
4. Geraint Thomas, GB (INEOS), a 1.44.
5. Thibaut Pinot, Fra (Groupama-FDJ), a 1.46.
6. Julian Alaphilippe, Fra (Deceuninck-Quick Step), m.t.
7. Nairo Quintana, Col (Movistar), a 1.51.
8. Emmanuel Buchmann, Ale (BORA-hansgrohe), m.t.
9. Jakob Fuglsang, Din (Astana), a 1.53.
10. Mikel Landa, Esp (Movistar), m.t.
(…)
12. Egan Bernal, Col (INEOS), m.t.
13. Adam Yates, GB (Mitchelton-Scott), a 1.59 20.
22. Vincenzo Nibali, Ita (Bahrain Merida), a 2.35.
27. Romain Bardet, Fra (AG2R La Mondiale), 2.53.
29. Alejandro Valverde, Esp (Movistar), a 3.05.
64. Rui Costa, Por (UAE Emirates), a 14.51.
95. Nelson Oliveira, Por (Movistar), a 20.02.
134. José Gonçalves, Por (Katusha-Alpecin), a 20.38.

Classificação da geral individual:

1. Giulio Ciccone, Ita (Trek-Segafredo), 23:14.55 horas.
2. Julian Alaphilippe, Fra (Deceuninck-Quick Step), a 06 segundos.
3. Dylan Teuns, Bel (Bahrain Merida), a 32.
4. George Bennett, NZ (Jumbo-Visma), a 47.
5. Geraint Thomas, GB (INEOS), a 49.
6. Egan Bernal, Col (INEOS), a 53.
7. Thibaut Pinot, Fra (Groupama-FDJ), a 58.
8. Steven Kruiswijk, Hol (Jumbo-Visma), a 1.04 minutos.
9. Michael Woods, Can (Education First), a 1.13.
10. Rigoberto Urán, Col (Education First), a 1.15.
11. Jakob Fuglsang, Din (Astana), a 1.19.
(…)
14. Adam Yates, GB (Mitchelton-Scott), a 1.24.
16. Nairo Quintana, Col (Movistar), a 1.41.
20. Vincenzo Nibali, Ita (Bahrain-Merida), a 1.56.
25. Alejandro Valverde, Esp (Movistar), a 2.55.
26. Romain Bardet, Fra (AG2R La Mondiale), a 2.57.
43. Rui Costa, Por (UAE Emirates), a 14.39.
97. Nelson Oliveira, Por (Movistar), a 37.03.
111. José Gonçalves, Por (Katusha-Alpecin), a 41.36.

© A.S.O. / Pauline Ballet

Na sexta-feira, a sétima etapa liga Belfort a Chalon-sur-Saône, com 230 quilómetros que terminam com mais de 100 quilómetros de terreno plano, próprio para uma disputa ao ‘sprint’.

Deixar uma resposta