Giro d’Italia: O alfaiate Peter Sagan veste o presidente do município de Milão Giuseppe Sala na famosa casa de moda de Ermenegildo Zegna.

O alfaiate Peter Sagan no Giro d’ItaliaDepois de mergulhar na cultura italiana, na Pinacoteca di Brera e preparar pratos da famosa cozinha clássica de Itália, como Chef Sagan, a estrela eslovaca da BORA – hansgrohe transforma-se em alfaiate de elite no atelier de Ermenegildo Zegna, para Giuseppe Sala, presidente do município de Milão – cidade símbolo da moda a nível mundial e onde terminará o Giro a 25 de outubro.

“A medir a concorrência”, comentou Giuseppe Sala, “é fundamental no ciclismo e Sagan sabe bem disso. Calibrar distâncias, tempos, ritmos, estudar os movimentos dos ciclistas ao seu redor faz parte de uma estratégia competitiva vencedora. Claro, eu não poderia ter-me comparado a Peter Sagan sobre duas rodas, não conseguiria acompanhá-lo. Por isso, estou muito feliz por, pelo menos, ter sido vestido por ele – fisicamente no atelier de Ermenegildo Zegna – ser ‘estudado’ por um campeão, até mesmo um campeão de ironia, como ele.”

O alfaiate Peter Sagan no Giro d’Italia“Estou certo de que a participação de Sagan – a primeira – no Giro d’Italia tornará a Corsa Rosa ainda mais emocionante e proporcionará aos entusiastas do ciclismo momentos de merecida diversão, após os meses difíceis da quarentena. Milão está ansiosa por receber o Giro d’Italia, com o maior carinho e entusiasmo.” – Giuseppe Sala.

Terceiro episódio: O Alfaiate Sagan:

Local: Atelier Ermenegildo Zegna, com a colaboração de Manifatture Valcismon (Sportful) e a participação especial de Giuseppe Sala, Presidente do Município de Milão.

O alfaiate Peter Sagan no Giro d’ItaliaPeter está a projetar um casaco desportivo e desenha com confiança o formato de uma manga. Depois, corta o tecido com perfeição, costurando com habilidade e fazendo ajustes de alfaiataria para um cliente excecional.