PUB
blank

O BTT Lobo teve o prazer de participar no Portugal Brasil Ride e para tal, foram-nos cedidas duas Trek Top Fuel 9.9 XX1 AXS 2022 para que as colocássemos à prova.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDEJá no passado tínhamos testado a Trek Top Fuel 9.8 XT e podemos afirmar que a diferença se fez notar e de que maneira, tal como seria de esperar, visto a 9.9 XX1 AXS ser o topo de gama da família Top Fuel.

PUB
blank

As duas Top Fuel 9.9 XX1 AXS contavam com duas ligeiras diferenças entre si, além do tamanho. Uma era L e a outra M, uma tinha espigão telescópico AXS e a outra por cabo e uma tinha uma relação de transmissão 30×10/52 enquanto a outra tinha 34×10/50.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDEAlém destas diferenças entre elas, tinham uma outra diferença em relação à montagem disponibilizada no site da marca a nível de pneus: em vez de equiparem os Bontrager XR4 Team Issue no tamanho 2.4”, equipavam os Bontrager XR3 Team Issue no tamanho 2.2” o que segundo o site, apresenta uma redução dos 745g, para os 635g por pneu e sendo também este ultimo, um pneu bem mais rolante, que era o que se pretendia para este tipo de evento.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDEEste modelo de 2022, conta com uma suspensão RockShox SID Ultimate de 120mm de curso na frente e um amortecedor RockShox Deluxe Ulitmate RCT na traseira, também ele permitindo os 120mm de curso, ao invés dos 115mm da Top Fuel 9.8 XT.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDECom esta qualidade de amortecimento e quantidade de curso, já imaginávamos que a Top Fuel 9.9 XX1 AXS estaria à vontade para enfrentar os desafios que lhe surgissem à frente, não tendo defraudado as expectativas.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDETivemos descidas ingremes, bastante técnicas, com muita pedra e tendo confiança na máquina que tínhamos debaixo de nós, só tínhamos que a conduzir para o local certo.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDEAqui, a nível de suspensão, temos um dos poucos pontos que achámos negativos. A falta de bloqueio remoto. O que fez com que não poucas vezes, tivéssemos feito algumas descidas com a suspensão bloqueada, quando o ideal seria o contrário.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDEO segundo dos apenas dois pontos que temos a apontar é a travagem. A Top Fuel 9.9 XX1 AXS vem equipada com uns SRAM G2 Ultimate, que não inspiraram muita confiança quando precisámos deles a sério, dando a ideia que apenas “abrandavam” a bicicleta e com uma sensação de toque muito “esponjosa”. Isto, nalgumas descidas mais longas e onde tínhamos mesmo que recorrer aos travões com afinco, fazia com que chegássemos ao fim da descida com as mãos cansadas e com alguma dificuldade em travar.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDEEsteticamente, não há muito a dizer. A bicicleta é linda e apelativa, prendendo a atenção das retinas que a vêm passar, com um daqueles esquemas de cor pelos quais a Trek é sobejamente conhecida.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDEA nível de transmissão, aparte das diferenças já mencionadas, ambas eram equipadas com SRAM XX1 Eagle AXS. O sistema AXS também é já bem conhecido no meio e não falhou. Cada toque de botão, cada mudança de velocidade, qual relógio suíço.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDEQuanto ao cockpit, a Top Fuel 9.9 XX1 AXS conta com o sistema integrado de guiador/avanço RSL em Carbono OCLV de 820mm de largura, que ajuda a reduzir o peso total, torna a estética da bicicleta ainda mais singular e, com a quase ausência de cabos, fica fenomenal. Inicialmente tínhamos algum receio devido à sua largura, mas não tivemos qualquer problema.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDEVisando também melhorar a estética e a integração, este modelo conta com o espaço de armazenamento no interior do tudo inferior, à imagem de outras famílias de bicicletas da Trek, com o suporte do porta-bidão a servir de tampa e a bastar movimentar uma pequena patilha para lhe conseguirmos aceder.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDENo triangulo traseiro do quadro, a Top Fuel conta com a tecnologia Active Braking Pivot (pivot de travagem ativa), que permite à suspensão reagir às forças de travagem e aceleração de forma independente, mantendo um maior contacto com a superfície, mesmo quando travamos a fundo em pisos irregulares, fornecendo mais controlo.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDETal como a Trek Top Fuel 9.8 XT que testámos, a 9.9 XX1 AXS possui o sistema Knock Block, que evita que o guiador vire mais do que o necessário e por exemplo em caso de queda, puxe os cabos dos travões além do desejado, ou que o guiador embata no quadro e o danifique. Neste modelo, o Knock Block permite um maior ângulo do que do antecedente, chegando agora aos 72 graus.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDENas rodas, os já anteriormente mencionados Bontrager XR3 Team Issue vieram montados nas rodas que equipam este modelo de fábrica, as Bontrager Line Pro 30 em Carbono OCLV, que com os 30mm de largura interna, permitem uma maior abertura do pneu, permitem rolar com pressões mais baixas e consequentemente, ter maior tração.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDEO espigão telescópico que equipa também de fábrica é o RockShox Reverb AXS, que na bicicleta de tamanho L efetua 170mm de curso e numa de tamanho M efetua 150mm e dão imenso jeito em descidas técnicas e acidentadas, para não dizer indispensáveis.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDEA Trek Top Fuel 9.9 XX1 AXS 2022 no tamanho L quase pronta a rolar (apenas sem pedais), apresentou na balança 12kg, o que com rodas de 30mm, guiador de 820mm, espigão telescópico de 170mm de curso, 120mm de amortecimento e um selim que não é propriamente leve, é um peso bastante bom.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXS EM TESTE NO PORTUGAL BRASIL RIDEO veredito final é de que esta é uma bicicleta muito fiável, confortável e capaz, que não deixa os créditos por mãos alheias. É ágil, muito segura em zonas técnicas e muito rápida a rolar ou a descer, dando uma excelente sensação de segurança.

TREK TOP FUEL 9.9 XX1 AXSMais informações em www.trekbikes.com.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui