Rui Costa termina em quinto Volta à Romandia, ganha por Primoz Roglic

44

O ciclista português Rui Costa (UAE Team Emirates) terminou hoje em quinto lugar a Volta à Romandia, arrebatada pelo esloveno Primoz Roglic (LottoNL-Jumbo), após a última etapa, vencida pelo alemão Pascal Ackermann (Bora-Hansgrohe).

Ackermann, de 24 anos, cumpriu os 181,8 quilómetros entre Mont-sur-Rolle e Genebra em 4:09.51 horas, batendo ao ‘sprint’ o dinamarquês Michael Morkov (Quick-Step Floors), segundo, e o italiano Roberto Ferrari (UAE Team Emirates), terceiro.

Numa etapa que não produziu alterações na geral, Roglic chegou integrado no pelotão e conservou a vitória – depois de em abril ter triunfado na Volta ao País Basco -, com o jovem colombiano Egan Bernal (Sky) em segundo, a oito segundos, e o australiano Richie Porte (BMC) no terceiro lugar, a 35.

O esloveno sucede a Porte no palmarés da Romandia, numa edição em que não precisou de ganhar qualquer etapa para conseguir a vitória, gerindo um bom resultado no prólogo (terceiro lugar) antes de ser segundo no contrarrelógio da terceira etapa e no quarto dia de prova.

Rui Costa fechou a participação na prova WorldTour com um 45.º lugar na última tirada, o que lhe permitiu conservar o quinto lugar na geral, conseguindo o quinto ‘top 10’ em sete participações na corrida, na qual conseguiu três terceiros lugares consecutivos, entre 2012 e 2014.

José Gonçalves (Katusha Alpecin), o outro português em prova, esteve hoje em bom plano, depois de dois dias menos bons, e fechou a etapa no 15.º lugar, tendo fechado a classificação geral no 65.º posto.

O ciclista português andou perto do ‘top 10’ até ao quarto dia, quando teve problemas e perdeu muito tempo, e será o único representante luso na Volta a Itália, que arranca em 04 de maio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome