Edgar Pinto e João Matias da Vito-Feirense-Blackjack fecham em 9.º os Nacionais

50

O fim-de-semana, de 22 a 24 de Junho, foi preenchido pelos Campeonatos Nacionais de Estrada.

A Vito-Feirense-Blackjack esteve representada nas provas de elites em Portugal por Edgar Pinto, Luís Afonso, Gonçalo Santos, João Matias, João Santos e Hugo Sancho e em Espanha por Xuban Errazkin.

Na vila de Belmonte, distrito de Castelo Branco, disputaram-se as provas de contra-relógio e de fundo dos Nacionais lusos. Edgar Pinto foi o único corredor Feirense a disputar as duas provas, alcançando na sexta-feira o 9.º melhor tempo no ‘crono’ de 33,7 quilómetros, ganho por Domingos Gonçalves (RP-Boavista), que viria a vencer também a prova de fundo.

No domingo, João Matias repetiu o lugar alcançado pelo companheiro, fechando no 9.º lugar a prova de fundo de 181,8 km, marcada por uma fuga de 15 elementos, iniciada aos primeiros quilómetros e onde Matias se manteve na luta até ao final das cinco voltas ao circuito.

Numa prova marcada pelo calor e pelo desgaste do terreno, apenas 26 dos 57 corredores presentes terminaram a prova, com Edgar Pinto a ser 16.º e Luís Afonso 25.º na meta.

No Campeonato de Espanha, o sub-23 Xuban Errazkin disputou a prova de fundo da categoria elites, entre um leque de nomes onde constatavam alguns dos melhores corredores do mundo.

Entre Castellón de la Plana e Benicassim foram pedalados 215 quilómetros, com Errazkin a realizar uma corrida admirável, mas marcada por dois furos, o último dos quais antes da subida final, que condicionou a sua prestação nos derradeiros e decisivos quilómetros.

O jovem ciclista basco fechou o dia em 55.º, pertencendo a vitória ao corredor WorldTour Gorka Izagirre (Bahrain-Merida).

A Vito-Feirense-Blackjack concluiu os Campeonatos Nacionais com saldo positivo, com dois nonos lugares e destacáveis performances, salientando-se que alguns dos corredores se encontram a realizar estágio de altitude, já em preparação para a Volta a Portugal.

Declarações do director desportivo Joaquim Andrade:

“Foi uma corrida que ficou praticamente decidida nos quilómetros iniciais, com a luta pela vitória a ficar entre os 15 corredores que se destacaram na fuga inicial. Acabámos por ter o João Matias na frente da corrida e cumpriu a sua missão. Não é propriamente o seu terreno, mas esteve bem e está de parabéns.”

Resultados prova fundo elites:

1.º Domingos Gonçalves (RP-Boavista) 4h19m59s (41,957 km/h)
2.º Joni Brandão (Sporting-Tavira) a 30s
3.º Henrique Casimiro (Efapel) a 34s
9.º João Matias (Vito-Feirense-Blackjack) a 5m29s
16.º Edgar Pinto (Vito-Feirense-Blackjack) a 13m52s
25.º Luís Afonso (Vito-Feirense-Blackjack) a 16m13s

Resultados contra-relógio elites:

1.º Domingos Gonçalves (RP-Boavista) 0h43m06s (46,914 km/h)
2.º José Gonçalves (Katusha-Alpecin) a 12s
3.º Tiago Machado (Katusha-Alpecin) a 20s
9.º Edgar Pinto (Vito-Feirense-Blackjack) a 3m25s

Resultados prova fundo Nacional de Espanha:

1.º Gorka Izagirre (Bahrain-Merida) 5h07m50s
2.º Alejandro Valverde (Movistar Team) a 9s
3.º Omar Fraile (Astana) a 9s
55.º Xuban Errazkin (Vito-Feirense-Blackjack) a 9m10s

Deixar uma resposta