Cinco tecnologias que ajudaram a revolucionar o ciclismo

787

De todas as modalidade de desportos que possuímos hoje, o ciclismo é uma das mais populares e agradáveis tanto para desportistas quanto para famílias em busca de diversão e saúde.

As bicicletas, têm ficado muito populares também como um meio de transporte alternativo para evitar o trânsito das cidades. Já existem até mesmo serviços que oferecem bicicletas elétricas partilhadas ideais para locomover-se com mais rapidez e conforto.

E, como a maioria das outras modalidades desportivas, o ciclismo também conta com uma ajuda da tecnologia para tornar a experiência sobre rodas muito mais prática e segura.

Claro que não é nada que chegue aos pés do primeiro relógio inteligente da Hublot que foi lançado na Taça do Mundo de 2018 para ajudar a cronometrar as partidas, mas são boas ideias que ajudaram a revolucionar o ciclismo.

Separamos, a seguir, cinco dessas tecnologias que ajudam os ciclistas a ter uma experiência sobre rodas muito melhor.

RODAS COM LED

Ciclistas que gostam ou precisam andar de bicicleta à noite, seja para passear ou para voltar do trabalho, conhecem os perigos de dividir as ruas e calçadas com carros e pedestres. Como a iluminação das ruas nem sempre é eficaz, acidentes entre bicicletas e carros ou motos costumam ser muito frequentes.

Com a intenção de evitar situações assim, existem empresas que já desenvolvem rodas equipadas com lâmpadas de LED que ajudam os ciclistas a ficarem bem mais visíveis à noite e a evitar acidentes. Dessa maneira, tanto ciclistas quanto motoristas podem sentir-se mais seguros ao dividir as ruas e fazer seus percursos em paz.

REALIDADE VIRTUAL

A realidade virtual chegou com tudo ao mercado há alguns anos para revolucionar o entretenimento e o aprendizado. Enquanto alguns gostam de usar o recurso para se divertir com jogos imersivos, outros usam a realidade virtual para passear com suas bicicletas por qualquer lugar do mundo – e sem sair de casa.

Isso só é possível graças a um óculos VR que podem ser usados com uma bicicleta de verdade e pode ser programado para simular efeitos correspondentes ao mundo real, como vento, resistência, entre outros. Esse é um belo jeito de atravessar o mundo de bike sem gastar muito e com muita segurança.

BIOFLOAT

Quem tem o hábito de andar de bicicleta sabe que o selim não é um dos bancos mais confortáveis e pode ser desagradável para pedalar por longas distâncias. Com o objetivo de mudar isso foi criado um produto chamado de BioFloat, que nada mais é do que um banco feito a partir de fibras de carbono com sistema de amortecimento que irá transferir o impacto da pedalada do ciclista para a bicicleta.

Ele ainda conta com uma cabeça flexível que move o selim junto com o quadril do ciclista.

MUDANÇAS AUTOMÁTICAS

Tanto motoristas quanto ciclistas sofrem com um problema em comum: as mudanças manuais. Os carros já contam com a novidade de mudanças automáticas há tempos, está a chegar às bicicletas aos poucos. Muitas delas já contam com  um sistema de mudança de velocidade automático que recolhe dados por sensores e mantém a bicicleta na mudança mais eficiente.

Este dispositivo ainda está programado para evitar determinadas ações que possam atrapalhar a pedalada. Assim, fica muito mais fácil e simples subir uma rua mais íngreme com sua bicicleta ou pedalar tranquilamente sem precisar de estar sempre a trocar as mudanças.

BACK PROTECTION

A segurança do ciclista ainda é um assunto que preocupa muita gente. Afinal, acidentes podem acontecer a qualquer momento e causar graves danos. Uma das inovações tecnológicas que prometem ajudar nisso é uma camisola chamada de Back Protection que possui uma proteção interna nas costas que cobre grande parte da coluna vertebral e das costelas dos ciclistas para auxiliar na absorção de impactos.

Fabricada com um polímero poroso leve, a camisola é confortável de ser usada e pode ajudar a evitar muitas lesões. Essa é mais uma vitória da tecnologia à favor da segurança.

Deixar uma resposta