A Oakley, marca americana fundada em 1975, inicialmente estabelecida para a produção de óculos de sol e desportivos principalmente para esqui, alargou o seu portfólio e propôs-se a produzir produtos de elevada qualidade para os mais variados desportos, desde o surf ao baseball, passando como não podia deixar de ser, pelo ciclismo.

Na gama de ciclismo, podemos contar com uma ampla oferta em óculos, capacetes e roupa.

Dentro dos capacetes, chegou-nos o Oakley Aro 3, que é a aposta da marca para os dias mais quentes, onde é dada prioridade à ventilação, acima da aerodinâmica.

O Aro 3 tem 12 aberturas, 5 das quais frontais e bastante grandes. É caso para dizer que neste caso, para a Oakley, o tamanho importa. Na realidade, isso nota-se. Consegue-se de facto sentir o fluxo de ar no interior do capacete, até à sua zona traseira.

O ajuste do Aro 3 à cabeça é feito por meio de um fecho BOA® 360 FIT com TX1 Lace, que se ajusta à cabeça em todo o seu redor, fixando-o à cabeça com facilidade, ajuste milimétrico e conforto.

Mesmo sem a presilha apertada, o capacete mantem-se eximiamente fixo à cabeça, sem haver excesso de pressão numas zonas ou falta dessa noutras.

Em relação ao ajuste, fica um apontamento negativo na falta deste nas presilhas, na área junto às orelhas, não dando a hipótese de as regular ao nosso gosto. Contudo, as presilhas apresentam um pormenor que marca a atenção aos detalhes: um anel de borracha fixo na ponta da presilha, na zona que passa por baixo do queixo, que permite que qualquer que seja a folga que esta tenha, a ponta está sempre segura e não fica pendurada.

Este capacete está ainda construído para que facilmente possa colocar os seus óculos nas aberturas e, estes, aí fiquem seguros quando tem que os retirar da cara, evitando quedas ou riscos, por ter que os colocar pendurados na jersey ou num dos seus bolsos.

Quanto ao seu acolchoamento, este é minimalista. O Oakley Aro 3 possui uma almofada em toda a zona da testa com a tecnologia X-Static®, que utiliza as propriedades da prata, para inibir o crescimento de bactérias e eliminar os odores.

Além desta almofada, apenas possui um muito pequeno acolchoamento na zona traseira, sendo este um dos pontos negativos que temos a apontar, que embora não seja o nosso caso, sendo um ciclista calvo pode tornar-se incómodo.

No campo das tecnologias, além do sistema de ajuste BOA®, o Aro 3 vem equipado com o sistema de proteção cerebral MIPS, projetado para reduzir o movimento rotacional transferido para o cérebro em caso de impacto.

Os referidos sistemas MIPS, BOA® e X-Static® são características de elevada segurança, conforto e desempenho, numa “embalagem” esteticamente bonita e a um preço moderadamente acessível para as características do capacete.

O capacete Oakley Aro 3, disponível nos tamanhos S, M (tamanho testado) e L, e em várias cores, pode optar pela que mais combina consigo, a sua bicicleta ou o seu equipamento.

Por ultimo, no que concerne ao peso, não é de facto dos mais leves que temos testado dentro da gama em que se insere, acusando 293g na balança, ficando 20% acima dos restantes capacetes pesados. Este aumento de peso deve-se em parte devido ao sistema MIPS, que não estava presente nos restantes capacetes.

O Oakley Aro 3 é um capacete destinado aos dias mais quentes, que privilegia o arejamento e a segurança, oferecendo um produto com tecnologias atuais a um preço acessível, num “pacote” esteticamente bonito.

Mais informações em www.oakley.com.

Deixar uma resposta