Quem gosta de andar minimamente informado sobre o que se passa no mundo do ciclismo, com toda a certeza conhece a Bontrager e mais recentemente, já ouviu falar do seu selim Bontrager Aeolus.

Bontrager Aeolus EliteDentro da sua gama de selins, a Bontrager disponibiliza de entre outros, na categoria de selins aerodinâmicos e de contrarrelógio, o Aeolus, que pode ser encontrado em três gamas, sendo que as diferenças entre eles são basicamente o seu acabamento (basso ou brilhante), o peso e o preço:

PUB
  • Aeolus Comp
  • Aeolus Elite
  • Aeolus Pro

Como não podia deixar de ser, aqui no BTT Lobo estávamos intrigados com a “fama” deste selim e tivemos hipótese de o testar, nomeadamente o Aeolus Elite na medida 145mm, sendo que existe ainda a medida 155mm.

Selim Bontrager Aeolus Elite em análiseA sua montagem, seguindo as instruções recomendadas pela Bontrager, coloca o Aeolus “no ponto” e assim que nos sentámos nele, foi percetível uma grande diferença a nível se suporte na zona dos ísquios.

Selim Bontrager Aeolus Elite em análiseClaro que, para comprovar efetivamente o seu conforto e comportamento, tivemos que o usar. Posto isto, fizemo-nos ao caminho e utilizámos o selim por várias vezes, de cerca de duas horas até cerca de cinco horas de pedalada ininterrupta.

Selim Bontrager Aeolus Elite em análiseÉ claro que ao fim de algumas horas, para quem tenha menos preparação, já dói tudo incluindo o rabo e é também mais que sabido que uma boa carneira ajuda a fazer a diferença, como tal, o selim por si só não faz milagres e como se diz na gíria ciclística, “é preciso ganhar calo”.

Selim Bontrager Aeolus Elite em análiseNo entanto, aqui no BTT Lobo, fazendo as nossas pedaladas usuais e vestindo os calções/calças que usamos normalmente, foi notória a melhoria de conforto ao longo dos treinos/passeios, mesmo com o passar das horas.

Esteticamente é um selim muito agradável à vista, todo preto e com um generoso canal anti prostático, mas embora a estética seja importante, não é com certeza essa característica que o coloca na boca do mundo.

O desenho das suas abas faz com que a pressão ao pedalarmos sentados, seja colocada no local correto, ou seja, nos ísquios. Nem mais no interior, nem mais no exterior e, sendo bastante planas, proporcionam uma base de contacto generosa, aumentando a área por onde o nosso peso é distribuído.

A outra característica que o torna um selim de eleição para muitos ciclistas é o seu corte central em todo o comprimento. Este corte minimiza a pressão nos tecidos moles e na próstata, para uma máxima eficiência numa posição avançada e com maior rotação, permitindo adotar uma posição aerodinâmica.

O Bontrager Aeolus Elite é também um selim mais curto que a maioria e com a ponta mais larga, por forma a permitir a utilização de toda a sua área sem sacrificar o conforto e, a fixação dos carris nos seus extremos frontal e traseiro tornam a sua estrutura mais flexível, absorvendo as imperfeições do piso e subsequentes vibrações.

Selim Bontrager Aeolus Elite em análiseOs seus carris são redondos e fabricados em austenite, tornando-os mais resistentes e leves que os carris em titânio, tendo colocado a balança nos 221g, apenas 2g acima do anunciado pela marca, o que faz com que não seja dos selins mais leves, quando comparado com os seus concorrentes.

Selim Bontrager Aeolus EliteNo entanto, a leveza não é tudo e se temos pela frente muitas horas de treino/passeio, não é de certeza o mais importante, mas sim o conforto que sentimos durante este, o que permite ao atleta pedalar com eficiência durante mais tempo.

Tal como os restantes selins Bontrager, o Aeolus Elite permite a integração Blendr para qualquer luz traseira Bontrager Flare e conta com a Garantia incondicional Bontrager que permite a sua troca ou reembolso dentro do prazo de 30 dias, caso não estejamos satisfeitos.

Mais informações em www.trekbikes.com.