PUB

Rafael Reis (Glassdrive-Q8-Anicolor) segurou hoje a liderança do Grande Prémio Abimota, ao ser oitavo na segunda etapa ganha por Luís Gomes (Kelly-Simoldes-UDO), em Vouzela, quando só falta correr uma tirada menos exigente.

RAFAEL REIS SEGUE LÍDER DO GRANDE PRÉMIO ABIMOTA APÓS VITÓRIA DE LUÍS GOMES EM VOUZELA
Photo © João Fonseca Photographer

Depois de ‘voar’ no contrarrelógio inicial, que o colocou na dianteira, Reis manteve-se com os melhores nos 175 quilómetros entre Oleiros e Vouzela e conseguiu defender a amarela.

PUB

Luís Gomes foi o vencedor da jornada ‘ondulada’, com cinco contagens de montanha no percurso, mas foi ao sprint que cerca de 30 ciclistas discutiram a vitória final, após quilómetros de fugas sem expressão.

RAFAEL REIS SEGUE LÍDER DO GRANDE PRÉMIO ABIMOTA APÓS VITÓRIA DE LUÍS GOMES EM VOUZELA
Photo © João Fonseca Photographer

Gomes foi o mais rápido sobre a meta, batendo o argentino Tomas Contte (Aviludo-Louletano-Loulé), segundo, com Rodrigo Caixas (Credibom-LA Alumínios-Marcos Car) em terceiro e o líder da geral em oitavo.

O campeão nacional de contrarrelógio mantém a amarela com 11 segundos de vantagem para Luís Gomes, segundo, com José Sousa, também da Kelly-Simoldes-UDO, em terceiro, a 14.

RAFAEL REIS SEGUE LÍDER DO GRANDE PRÉMIO ABIMOTA APÓS VITÓRIA DE LUÍS GOMES EM VOUZELA
Photo © João Fonseca Photographer

O ‘vice’ da geral lidera na classificação por pontos, enquanto Emanuel Duarte (Efapel) é o líder da montanha e Afonso Lopes (Porminho) o melhor jovem.

A terceira e última etapa liga o Velódromo Nacional em Sangalhos a Águeda, no distrito de Aveiro, em 160,8 quilómetros, com um perfil pouco exigente mas que inclui bonificações que ainda podem ‘roubar’ a vitória da prova ao especialista em contrarrelógio.

PUB