Primeira “Alentejana” da Miranda-Mortágua com balanço positivo

51

Terminou ontem, dia 18 de março, com uma bonita chegada a Évora brindada pelo sol, a 36.ª Volta ao Alentejo, onde a equipa Continental UCI Miranda-Mortágua participou pela primeira vez, sendo o balanço “positivo e com os objetivos propostos cumpridos”, avançou o diretor desportivo Pedro Silva.

No total foram percorridos 751,9 km, que se distribuíram ao longo de seis etapas marcadas pelo mau tempo: “abanicos”, muita chuva e temperaturas baixas, que em muito complicaram a vida dos sete ciclistas que estiveram em prova.

Nesta estreia da Miranda-Mortágua numa prova que regressou à categoria UCI 2.2, apesar da primeira etapa, na quarta-feira, ter sido “menos bem conseguida”, Pedro Silva considera que nos restantes dias “a equipa esteve ativa e trabalhou para alcançar os seus objetivos, sempre unida e com a moral em alta, onde nunca faltaram os momentos de boa disposição que ajudaram a manter o foco e a determinação para fazer sempre o melhor”.

A etapa de ontem, que fechou a “Alentejana” de 2018, começou rápida com 47 km percorridos na primeira hora. A equipa do líder manteve as fugas controladas e na aproximação a Évora o pelotão apresentava-se compacto.

A Miranda-Mortágua trabalhou bem para a colocação de Francisco Campos para o sprint final, mas numa chegada em paralelo que não o favorecia, não foi possível conseguir cumprir, ficando o registo, ainda assim, de um bom sprint, se bem que longe dos lugares cimeiros. Contudo, Pedro Silva frisou “o excelente trabalho de toda a equipa na aproximação dos últimos quilómetros”, não esquecendo, claro, o trabalho feito ao longo dos 151,3 km da etapa, que ligaram Castelo de Vide a Évora.

Nas contas finais da Volta ao Alentejo, Hugo Nunes acabou por ser o melhor ciclista Miranda-Mortágua na Classificação Geral, ao ocupar a 35.ª posição a 16m51s do vencedor Luís Mendonça (Aviludo/Louletano/Uli).

Hugo Nunes foi ainda o 10.º classificado entre os mais jovens, de onde entre os 15 primeiros apenas dois nomes são portugueses e são da equipa Miranda-Mortágua: Hugo Nunes em 10.º e Francisco Campos em 15.º lugar.
De salientar ainda que Francisco Campos deu nas vistas nas chegadas ao sprint e na chegada a Arraiolos, que surgiu na terceira tirada, onde arrecadou um Top10.

Já Jorge Magalhães esteve a um bom nível no Contra-Relógio Individual de sábado e Hugo
Nunes destacou-se na Classificação Geral, conforme referido. Os restantes elementos mostraram-se com grande atitude, onde o espírito de entreajuda e de sacrifício ficou bem evidente nos cinco dias de competição bastante fustigados pelo mau tempo.

Agora, após um breve descanso, é tempo de voltar ao trabalho para preparar a próxima prova que é já no domingo, dia 25. Volta à estrada pela segunda vez a Clássica Aldeias do Xisto, que à semelhança do ano passado será a etapa que vai decidir os vencedores do Troféu Liberty Seguros. A meta coincide com uma contagem de montanha de 3.ª categoria e promete alguma emoção.

Dos dez ciclistas Miranda-Mortágua que vão alinhar na prova é muito provável que Gonçalo Carvalho seja um dos convocados, tendo em conta as boas notícias dos últimos dias. O corredor está a recuperar muito bem da queda grave que sofreu durante a Clássica da Arrábida, e que o impediu de estar presente na “Alentejana”, mas já voltou aos treinos na estrada este sábado.

CLASSIFICAÇÃO 6.ª ETAPA, Castelo de Vide-Évora:
1.º – Gabriel Cullaigh (Team Wiggins) 3h30m40s
26.º – Francisco Campos (Miranda-Mortágua) a 16s
31.º – Hugo Nunes (Miranda-Mortágua) mt
47.º – Jorge Magalhães (Miranda-Mortágua) a 21s
63.º – Nuno Meireles (Miranda-Mortágua) mt
68.º – José Sousa (Miranda-Mortágua) mt

CLASSIFICAÇÃO GERAL:
1.º – Luís Mendonça (Aviludo-Louletano-Uli) 18h25m49s
35.º – Hugo Nunes (Miranda-Mortágua) a 16m51s
52.º – Francisco Campos (Miranda-Mortágua) a 25m04s
59.º – Jorge Magalhães (Miranda-Mortágua) a 28m47s
102.º – Nuno Meireles (Miranda-Mortágua) a 1h03m41s
104.º – José Sousa (Miranda-Mortágua) a 1h04m27s

CLASSIFICAÇÃO JUVENTUDE:
1.º – Mark Downey (Team Wiggins) 18h26m02s
10.º – Hugo Nunes (Miranda-Mortágua)
15.º – Francisco Campos (Miranda-Mortágua)
18.º – Jorge Magalhães (Miranda-Mortágua)
38.º – José Sousa (Miranda-Mortágua)

CLASSIFICAÇÃO GERAL POR EQUIPAS:
1.º – W52/FC Porto 55h19m19s
14.º – Miranda-Mortágua a 1h04m10s

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome