Novas Declarações Polémicas de Lance Armstrong

1300
Lance Armstrong DopingEx-ciclista norte-americano volta a abordar polémicas opções pessoais em documentário da sua carreira: “Provavelmente”, voltaria a consumir “doping”

“Provavelmente, faria tudo de novo”. Sem arrependimentos, mas com explicações à mistura. É desta forma que Lance Armstrong responde à inevitável questão sobre se voltaria a consumir “doping”.

“Se eu estivesse a competir em 2015, não, eu não usaria doping de novo, porque eu acho não preciso disso. Se me perguntassem em 1995, quando o ‘doping’ era completamente difundido, eu provavelmente faria tudo de novo. Mas é uma resposta que precisa de explicações. Eu olhei para tudo que poderia acontecer quando fiz aquilo, minha equipa também olhou para tudo o que envolvia. Foi uma decisão má, mas aconteceu”, afirmou o ex-ciclista norte-americano, numa declaração contida num documentário sobre a sua carreira.

“Sabe do que é que nós estamos arrependidos?”, questionou Armstrong. “De termos sido colocados nessa posição. Nenhum de nós gostaria de estar nessa posição. Todos teríamos adorado ter competido homem contra homem, pão, água, todos limpos, de forma natural, chame do que quiser. Estamos arrependidos, sim, estamos arrependidos por termos sido colocados numa posição em que olhamos em volta como crianças desesperadas e pensarmos que teríamos que voltar para a escola, ou conseguir um emprego, trabalhar numa loja de bicicletas ou numa empresa”, salientou.

O sete vezes vencedor da Volta a França em bicicleta viu a União Ciclista Internacional (UCI) considerar provado, em 2012, o consumo de substâncias proibidas, retirando-lhe os títulos conquistados no “Tour” entre 1999 e 2005.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome