Jorge Magalhães foi hoje o melhor elemento da Equipa Portugal na segunda etapa da Corrida da Paz, na República Checa, cortando a meta no 25.º lugar, a 2m29s do vencedor do dia, o belga Ilan van Wilder.

A primeira das duas jornadas de montanha da prova da Taça das Nações de Sub-23 não correu de feição às hostes nacionais, que não cumpriram o objetivo de estar na discussão da etapa e da geral.

Após a tirada deste sábado, Jorge Magalhães ocupa o 25.º lugar da classificação geral, a 4m05s do suíço Stefan Bissegger, que resistiu às investidas adversárias para segurar a camisola amarela. Magalhães está a 43 segundos do 20.º lugar, o último que garante a conquista de pontos para o ranking da Taça das Nações.

Os restantes elementos da Equipa Portugal são Gonçalo Carvalho, 38.º, a 6m46s, Guilherme Mota, 54.º, a 13m09s, João Almeida, 90,º, a 21m00s, Francisco Campos, 104.º, a 30m06s, e Afonso Silva, 105.º, a 31m22s.

A Corrida da Paz termina, neste domingo, com mais uma jornada montanhosa, 171 quilómetros, com partida e chegada em Jeseník. A etapa promete ser demolidora. A meta coincide com uma contagem de montanha, antecedida por outros seis prémios de montanha que ajudarão a encontrar o sucessor de Tadej Pogačar, primeiro classificado em 2018.

Deixar uma resposta