PUB

A 2ª etapa da Internazionali d’Italia Series, o Capoliveri Legend XCO foi vencido por Henrique Avancini num sprint que derrotou Nino Schurter, Kate Courtney venceu a Chiara Teocchi.

HENRIQUE AVANCINI SUPERA NINO SCHURTER NO PRIMEIRO DUELO DO ANO
© Mario Pierguidi And Michele Mondini

Era 1994 quando John Tomac e Ned Overend deram vida a um dos duelos mais memoráveis ​​da Taça do Mundo de BTT na Ilha de Elba. Hoje, em 2021, Capoliveri Legend XCO trouxe de volta à ilha um grande duelo entre campeões que estão a caracterizar uma era do ciclismo de montanha.

PUB

Henrique Avancini e Nino Schurter acenderam o fogo na Taça do Mundo bem antes do seu início em Nove Mesto daqui por um mês, dando mais uma etapa de alto perfil ao Internazionali d’Italia Series.

HENRIQUE AVANCINI SUPERA NINO SCHURTER NO PRIMEIRO DUELO DO ANO
© Mario Pierguidi And Michele Mondini

A primeira edição do evento organizado pelo ASD Capoliveri Bike Park acertou em cheio, graças a uma pista que convenceu e entusiasmou os atletas e às vistas inconfundíveis da Ilha de Elba potenciadas por um fim-de-semana de clima perfeito.

A segunda saída sazonal arrancou na Internazionali d’Italia Series seguida por nomes dos melhores ciclistas: além do sucesso de Avancini à frente do Campeão Europeu, a ex-Campeã do Mundo Kate Courtney fechou a sua estreia sazonal com uma bela e convincente vitória, chegando ao pódio que também apresentou Chiara Teocchi, de volta em força após um ano conturbado.

HENRIQUE AVANCINI SUPERA NINO SCHURTER NO PRIMEIRO DUELO DO ANO
© Mario Pierguidi And Michele Mondini

Taça do Mundo, Jogos Olimpicos e Campeonatos do Mundo: os grandes objetivos da temporada para Nino Schurter (Scott-SRAM) e Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing) são muito parecidos. O confronto entre estes dois pilotos de topo e as suas personalidades muito diferentes com certeza continuará ao longo de toda a temporada, com Capoliveri a marcar apenas a primeira, mas significativa, ronda.

HENRIQUE AVANCINI SUPERA NINO SCHURTER NO PRIMEIRO DUELO DO ANO
© Mario Pierguidi And Michele Mondini

O brasileiro venceu, subindo ao pódio da Internazionali d’Italia Series três anos após a grande final de 2018 em Chies d’Alpago, após um confronto direto até aos metros finais das sete voltas (mais a partida).

Schurter forçou o ritmo na partida, colocando todos em sentido, com Avancini constantemente no seu rasto. Durante a primeira volta, um grupo de seis também com Mirko Tabacchi (KTM-Protek), Vlad Dascalu (Trek-Pirelli), Luca Braidot e Maxime Marotte (Santa Cruz-FSA), ficou claro.

HENRIQUE AVANCINI SUPERA NINO SCHURTER NO PRIMEIRO DUELO DO ANO
© Mario Pierguidi And Michele Mondini

Na última volta, uma nova aceleração de Schurter baralhou as cartas, com apenas Avancini e Marotte a resistir-lhe na aceleração a descer. Avancini teve a melhor mão num sprint de três homens na curta distância até à meta, precedendo Schurter e o novo líder geral da Internazionali d’Italia Series, Marotte. Quarto lugar para Luca Braidot (+ 0,19), quinto lugar para Dascalu (+ 0,32).

“Foi um dia lindo e muito difícil”, disse Avancini, “lutar com o Nino é sempre uma motivação extra, enfrentá-lo é uma oportunidade e se há uma chance de vencer, você tem que a aproveitar. Eu estava a precisar muito de voltar às corridas, testar-me contra oponentes de alto calibre: vencer esta primeira corrida foi certamente importante.”

Para o atleta de maior sucesso da história, nunca é fácil aceitar uma derrota, mas Nino Schurter encontrou sinais positivos na estreia sazonal: “Tentei ir a todo o vapor desde o início, tentando distanciar-me do resto. Na última volta, Avancini foi um pouco mais explosivo, mas estou feliz com a minha estreia sazonal, na bela Ilha de Elba. Na próxima semana em Nals teremos a desforra, num percurso bem diferente e com um grupo de rivais ainda mais forte”.

HENRIQUE AVANCINI SUPERA NINO SCHURTER NO PRIMEIRO DUELO DO ANO
© Mario Pierguidi And Michele Mondini

No open feminino, as expectativas eram altas para Kate Courtney (Scott-SRAM), a campeã mundial de 2018 a competir pela primeira vez na Internazionali d’Italia Series. A californiana de 25 anos não dececionou quem esperava vê-la vencer na primeira edição de Capoliveri Legend XCO.

Na sua estreia sazonal, no entanto, Courtney teve que lutar talvez mais do que o esperado para levar a melhor sobre uma surpreendente Chiara Teocchi (Trinity Racing), que confirmou um início de temporada brilhante com um segundo lugar que vale ouro.

HENRIQUE AVANCINI SUPERA NINO SCHURTER NO PRIMEIRO DUELO DO ANO
© Mario Pierguidi And Michele Mondini

O duelo Courtney-Teocchi foi iniciado logo na volta de lançamento, quando a americana encabeçou o grupo e a italiana imediatamente se colocou no seu rasto. As duas abriram vantagem sobre as demais, sendo Dane Caroline Bohe (Ghost Factory Racing) a única atleta capaz de se manter à distância de ataque. Mais atrás as outras italianas, com Lechner (Trinx Factory Racing), Berta e Seiwald (Santa Cruz-FSA) depressa ficaram fora da discussão para o grande objetivo.

Nas três primeiras voltas, Courtney conseguiu lentamente somar pequenos segundos entre ela e a atleta de Bergamo, que, no entanto, reagiu na quarta volta para se recuperar e aproximar da americana, enquanto a desvantagem de Bohe aumentou para quase um minuto. A ação decisiva de Courtney surgiu na penúltima volta, um ataque que lhe permitiu ganhar cerca de vinte segundos sobre a italiana, e então conseguiu chegar à linha de meta com 24 segundos sobre Teocchi. Terceiro lugar para Caroline Bohe (+0,46), que conquistou no processo, as jerseys de liderança das categorias Open e Sub 23 Feminina.

HENRIQUE AVANCINI SUPERA NINO SCHURTER NO PRIMEIRO DUELO DO ANO
© Mario Pierguidi And Michele Mondini

“Foi o início de temporada perfeito: a primeira vitória num belo lugar”, comentou Courtney. “Também estou feliz com a minha conduta na corrida: tinha muita vontade de voltar à ação, mas é sempre difícil prever as sensações da primeira corrida. Geri bem numa pista exigente, estive sempre no controlo e estou muito feliz por isso”.

HENRIQUE AVANCINI SUPERA NINO SCHURTER NO PRIMEIRO DUELO DO ANO
© Mario Pierguidi And Michele Mondini

Grande emoção também para Teocchi, cuja participação ficou em dúvida depois de uma queda ontem que exigiu pontos no braço esquerdo: “Estou muito contente com esta corrida, especialmente depois de todos os problemas do ano passado. Até ao último momento, pensei em não começar, mas no final decidi tentar: poder acompanhar Kate Courtney em tal percurso é um ótimo sinal numa temporada importante.”

Mais info em www.internazionaliditaliaseries.it.

PUB