Decorre ente fim de semana o Campeonato da Europa de DHI na Lousã

103

O Campeonato da Europa de Downhill (DHI) realiza-se, entre quinta-feira e domingo, no Louzanpark, Lousã, em pleno território das Aldeias do Xisto. A competição que atribuirá os títulos europeus de descida em BTT está a gerar um enorme interesse internacional, havendo cerca de 200 inscritos, oriundos de 21 países.

O DHI é a disciplina radical de BTT, disputando-se em sistema de contrarrelógio individual, sempre a descer, oferecendo um espectáculo visual intenso, graças à alta velocidade e às manobras técnicas, como saltos de cortar a respiração.

A pista onde vai disputar-se o Campeonato da Europa está desenhada para potenciar as emoções fortes. Os corredores vão descer dos 626 até aos 154 metros de altitude. É uma pista com 2,43 quilómetros de extensão, com inclinação média descendente de 14,3 por cento e pendente máxima de 29 por cento. O primeiro terço do percurso é muito rápido. Entra-se, depois numa zona técnica mais exigente, com raízes, pedras e obstáculos, até que se chega ao terço final, que volta a fazer apelo à velocidade de ponta.

A lista de inscritos apresenta 22 ciclistas do top 100 mundial masculino e 11 do top 100 feminino. O elenco feminino é particularmente apelativo, dado que estarão presentes cinco ciclistas do top 20: a eslovena Monika Hrastnik, nona da hierarquia, a suíça Carina Cappellari, 11.ª, a francesa Mélanie Chappaz, 12.ª, a italiana Veronika Widmann, 16.ª, e a francesa Morgane Charre, 20.ª.

Os nomes mais fortes do ranking mundial masculino são os do francês Rudy Caribou, 16.º da tabela, do polaco Slawomir Lukasik, 19.º, do britânico Greg Williamson, 24.º, do italiano Loris Revelli, 25.º, e do irlandês Jacob Dickson, 27.º.

Os cerca de 200 participantes vão representar 21 países: Alemanha, Andorra, Áustria, Bulgária, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, França, Grã-Bretanha, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Noruega, Polónia, Portugal, República Checa, Rússia, Suécia, Suíça e Turquia.

Os corredores portugueses tentarão aproveitar o fator casa para contrariar o favoritismo forasteiro. Olhando ao ranking internacional, as expectativas recaem sobre Vasco Bica, Francisco Pardal e Emanuel Pombo, na elite masculina, e sobre Margarida Bandeira e Ana Costa, no setor feminino.

A ação na pista do Louzanpark inicia-se já na quinta-feira, data para o arranque dos treinos oficiais, que, tal como no dia seguinte, vão realizar-se entre as 8h00 e as 17h00. No sábado correm-se as mangas de qualificação, que irão determinar a ordem de saída nas finais, agendadas para domingo.

As mangas de qualificação, no sábado, iniciam-se com os masters, entre as 9h00 e as 10h00, seguindo-se as femininas, das 10h15 às 11h00, os juniores, entre as 14h00 e as 15h00, e os corredores de elite, das 15h10 às 16h30. Estas descidas cronometradas permitirão conhecer o estado de forma dos participantes, fazendo-se uma primeira antevisão do que poderá acontecer nas finais, domingo.

As descidas de atribuição de títulos europeus começam logo às 9h15 de domingo, com a competição de masters, que deverá decorrer até às 10h45. Os juniores competem entre as 13h30 e as 15h00. Os ciclistas de elite entram em pista às 15h15.

As finais de juniores e de elite terão transmissão televisiva em direto, através da internet, permitindo que as qualidades da Lousã, nas Aldeias do Xisto, para a prática de DHI sejam vistas em todo o Mundo.

O Campeonato da Europa de DHI é mais um evento integrado no projeto Cyclin’Portugal Aldeias do Xisto, que visa promover o território das Aldeias do Xisto como local privilegiado para a prática de todas as vertentes de ciclismo, de competição e de lazer.

Em 2019, Portugal voltará a organizar este Europeu, estando em cima da mesa uma candidatura da Federação Portuguesa de Ciclismo para acolher o Campeonato da Europa de Maratona BTT num dos próximos anos.

Mais info em eurodhi.com.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome