W52 – FC Porto | Volta ao Alentejo – 2ª etapa

23

Depois de uma primeira etapa onde colocamos 6 atletas nos primeiros 25, o azar bateu à porta da equipa W52 – FC Porto. Uma queda envolvendo Gustavo Veloso retirou vários elementos da equipa da discussão direta da classificação.

A etapa mais longa desta edição da “Alentejana” que fez a ligação entre Beja e Sines foi calma até à queda que marcou a etapa.
Uma fuga de 10 ciclistas formou-se ao quilometro 50 mas foi sempre controlada pelo pelotão, não chegou a ter 3 minutos.

A cerca de 15 quilómetros da meta uma queda envolvendo Gustavo Veloso, que teve de trocar 2 vezes de bicicleta, acabou por dividir o grupo e retirar a vantagem conseguida na primeira etapa.

No sprint final Dmitrii Strakhov (Lokosphinx) foi o mais forte. Samuel Caldeira foi o primeiro da equipa a chegar, na 9ª posição, e o primeiro português a cortar a linha da meta o que fez com que subisse ao pódio.

Dos 4 elementos a 1 segundo da liderança da prova, acabaram por ficar Ricardo Mestre a 4 segundos e Samuel Caldeira a 24 segundos, sendo os mais bem classificados da equipa.

Geral Individual após 2ª etapa
11º Ricardo Mestre +4s
14º Samuel Caldeira +24s
16º Daniel Freitas +1m59
18º Gustavo Veloso +4m12
50º Raúl Alarcón +16m56
51º Ángel Sánchez +20m11
80º José Neves +24m43

Geral Equipas
3º W52 – FC Porto

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome