VolCAT 2018 2ª Etapa | Tiago Ferreira vence e sobe a 1º na Geral

197

Tiago Ferreira vence e lidera a VolCAT depois de uma etapa rainha extremamente difícil devido ao vento.

Dos três dias de competição que compõem uma das mais antigas provas da UCI do continente, o segundo dia estava já marcado na agenda dos atletas. A etapa rainha. A mais longa. A mais difícil. A que tinha a maior quantidade de trilhos. Um desafio tanto para os ciclistas profissionais que dão prestígio internacional à corrida como para as centenas de atletas amadores que dão sentido e cor à VolCAT. Não foi uma jornada fácil para ninguém.

Com 74 km e quase 2.000 metros de desnível positivo, a chave da dureza deste dia não estava no acumulado em particular, mas na sua interminável e constante sucessão de altos e baixos, sem nenhum troço plano em todo o percurso. Um traçado que reduzia a força dos atletas a pouco a pouco e onde gerir o esforço era a chave para o sucesso.

A chuva que caiu durante a noite deixou o terreno em perfeitas condições, embora os atletas tenham tido que enfrentar pequenas secções com lama. O vento, extremamente forte, com rajadas de 80 km/h foi um convidado inesperado que endureceu muito a etapa, especialmente na sua última parte, precisamente  quando as forças já estavam em baixo.

Na luta pela geral, após a demonstração de autoridade  de Hector Leonardo Paez (Giant Liv Polimedical) na primeira etapa, ficou claro que o português Tiago Ferreira (DMT Racing) iria jogar ao ataque. Ele não estava disposto a ceder facilmente do título de 2017.

Apoiado por uma equipa poderosa, a DMT Racing endureceu a prova logo desde o início, a fim de desgastar o líder. Ferreira atacou uma e outra vez até conseguir ficar sozinho, além de partir a corrida em mil pedaços.

Paéz tentou resistir, apoiando-se na ajuda dos seus companheiros de equipa, mas um erro num cruzamento acabaria por ditar a sentença final. O português venceu a etapa de forma clara e conquistou a jersey de líder a um dia do final.

A surpresa do dia protagonizada pelo belga Bart de Vocht (Goeman Scott), o único atleta a chegar à meta com uma diferença inferior a 5 minutos do vencedor. Este resultado fez com que ele também subisse para o 2º lugar na classificação geral. José Dias (DMT Racing) completou o pódio do dia.

Restando apenas o dia de amanhã, Ferreira tem tudo a seu favor para ganhar a geral, já que leva 4:26 de vantagem sobre De Vocht.

A etapa rainha fez jus ao seu nome e levou a uma completa reviravolta no top-10 da VolCAT. Um dia de competição de muitos quilowatts, em que todos os atletas deram o máximo desde o primeiro quilómetro.

A categoria feminina viu repetido o pódio da 1ª etapa. A lituana Katazina Sosna (Team Torpado Sudtirol) alcançou a vitória seguida por Naima Madlen (DMT Racing) e Claudia Galicia (Megamo). A geral está quase certa para a atleta lituana.

Vídeo da etapa:

Vlad Dascalu (Brujula Bike Racing Team) foi o melhor sub-23, Sara Gay (Biking Point) venceu em femininas sub-23, Pau Egeda (Massi) repetiu a vitória em Masters 30, Alejo Moya (Cultbikes Specialized) alcançou a sua primeira vitória em Master 40, Pere Joan Roig (do Club Vila Bike) dominou o Master 50, enquanto Josep Palomino fez o mesmo nos Master 60. A categoria feminina Master 30 foi conquistada por Corina Mesplet (Sport Group Cycle) e nas mulheres Masters 40, a melhor foi Chiara Mandelli (Team Spacebikes).

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome