A britânica Fiona Hunter-Johnston (Campinense/Velo Performance) sagrou-se hoje vencedora, pelo segundo ano consecutivo, da Taça de Portugal Feminina Jogos Santa Casa. A competição terminou com uma jornada dupla, em Penalva do Castelo.

Maria Martins (Sopela Women’s Team) ganhou o contrarrelógio matutino. Fiona Hunter-Johnston impôs-se no circuito vespertino.

Fiona Hunter-Johnston confirmou, em Penalva do Castelo, a regularidade e a versatilidade, com o segundo lugar de elite no contrarrelógio e o primeiro na corrida em pelotão. No exercício individual brilhou Maria Martins, cumprindo os 6,4 quilómetros em 10m12s. Fiona gastou mais 10 segundos e Maaris Meier (Maiatos) fechou o pódio, a 31 segundos.

© João Fonseca Photographer

Fiona Hunter-Johnston concluiu a Taça de Portugal Jogos Santa Casa no topo da classificação, com 220 pontos. Seguiram-se Lauren Dolen (Team Rytger), com 85, e Maaris Meier (Maiatos), com 60.

Daniela Campos (5Quinas/Município de Albufeira/CDASJ) chegou invicta ao final da Taça de Portugal, vencendo as cinco provas pontuáveis e conquistando, com distinção, o troféu.

Beatriz Pereira (Bairrada) valeu-se da regularidade para conquistar a Taça de Portugal em cadetes. Ganhou a prova da tarde e foi segunda classificada, atrás de Mariana Líbano (Maiatos), no contrarrelógio desta manhã.

Inês Trancoso (Maiatos) ganhou o contrarrelógio na categoria de master 30 e foi a segunda classificada na corrida em pelotão, ganha por Raquel Santos (5Quinas/Município de Albufeira/CDASJ), um desempenho suficiente para vencer a Taça de Portugal Jogos Santa Casa na sua categoria etária.

Rita Reis (Maiatos) impôs-se no contrarrelógio das masters 40 e Ana Neves (Bike & Nutrition Shop) ganhou a etapa em circuito, resultado que não impediu Rita Reis de comemorar a conquista da Taça de Portugal. Mais simples foram as contas em masters 50. Maria Jesus (5Quinas/Município de Albufeira/CDASJ) fez o pleno neste sábado, triunfando nas duas corridas e na geral.

A equipa Maiatos venceu coletivamente a Taça de Portugal Feminina Jogos Santa Casa.

A Taça de Portugal revelou um forte crescimento do ciclismo feminino face ao ano anterior. Em 2019 participaram, em média, 72 corredoras em cada prova da Taça, mais 75,6 por cento do que a média de 41 participantes de 2018.

Deixar uma resposta