O dinamarquês Jakob Fuglsang (Astana) subiu hoje à liderança da Volta à Andaluzia em bicicleta, após a quarta e penúltima etapa, vencida pelo britânico Simon Yates (Mitchelton-Scott).

Simon Yates cortou isolado a meta no final dos 119,9 quilómetros, entre Armilla e Granada, com um tempo de 3:01.03 horas, 26 segundos à frente de um primeiro grupo de perseguidores, liderado pelo colombiano Sergio Higuita (Euskadi) e pelo holandês Steven Kruijswijk (Jumbo-Visma).

Dentro do primeiro grupo perseguidor, Jakob Fuglsang subiu à liderança da prova, com sete segundos de avanço sobre o espanhol Ion Izagirre (Astana) e 11 sobre Kruijswijk.

O constante sobe e desce da tirada foi cruel para o anterior líder e vencedor em 2018, o belga Tim Wellens (Lotto-Soudal), que caiu para a nona posição, a 2.53 minutos.

José Neves (Burgos-BH) foi o melhor português na etapa, na 35.ª posição, a 8.41 minutos, cinco lugares à frente do companheiro de equipa Ricardo Vilela, que acabou a 10.58. Na geral, Vilela é 32.º, a 13.07, e Neves está no 73.º posto, a 23.36.

A Volta à Andaluzia termina no domingo, com a ligação entre Otura e Alhaurín de la Torre (163,9 quilómetros).

Deixar uma resposta