Raquel Queirós (Velo Performance/JS Campinense) conquistou hoje a Camisola Amarela Lisboa Capital Europeia do Desporto 2021, impondo-se na terceira etapa da Volta a Portugal Feminina Cofidis, um contrarrelógio de 11,1 quilómetros, disputado em Vila Franca de Xira.

Raquel Queirós De Amarelo Na Volta A Portugal Feminina Cofidis
Photo © João Fonseca Photographer

Apelidado de “prova da verdade” na gíria do ciclismo, o contrarrelógio desta tarde mereceu completamente essa designação. Além de o percurso ser muito duro, com uma fase inicial marcada por subidas de rampas muito inclinadas e uma fase final, em descida, a exigir perícia e concentração, foi este exercício individual que ordenou verdadeiramente a classificação.

PUB

Hoje ficou claro que Raquel Queirós é a corredora em melhor condição do pelotão voltista. A vilacondense foi a única ciclista a cumprir o traçado em menos de 20 minutos. Parou o cronómetro nos 19m55s, o que lhe valeu a vitória na etapa e o Prémio Jogos Santa Casa, atribuído à melhor portuguesa.

Raquel Queirós De Amarelo Na Volta A Portugal Feminina Cofidis
Photo © João Fonseca Photographer

A segunda classificada foi outra jovem portuguesa, a júnior Sofia Gomes (Vesam/Blok-Vilanovense Cycling Girls), com mais 35 segundos do que a vencedora. No terceiro lugar ficou Iris Gómez representante da Seleção da Catalunha. A britânica Danielle Shrosbree (Team LDN/Brother UK), camisola amarela à partida, teve um desempenho marcado por uma avaria e uma queda, gastando mais 1m32s do que a vencedora.

Raquel Queirós De Amarelo Na Volta A Portugal Feminina Cofidis
Photo © João Fonseca Photographer

Raquel Queirós assumiu o comando da classificação geral. Goza de 35 segundos de vantagem sobre Sofia Gomes e de uma margem de 48 segundos para Iris Gómez. O segundo lugar na geral vale a Sofia Gomes o estatuto de melhor jovem da competição, envergando a Camisola Branca IPDJ. Danielle Shrosbree cedeu a camisola amarela, mas conservou a Camisola Vermelha Cofidis, dos pontos, e a Camisola Azul Polisport, da montanha. As britânicas da Team LDN-Brother UK continuam no topo da geral por equipas.

A última etapa, neste domingo, recria a derradeira etapa da primeira Volta a Portugal Masculina, unindo Caldas da Rainha a Lisboa. Será a tirada mais longa da prova, 94,7 quilómetros, com início às 12h30 na Avenida General Pedro Cardoso, e final apontado para as 16h00, na Rua Cintura do Porto. Pelo caminho, a curiosidade de uma meta volante instalada na terra-natal de João Almeida, A-dos-Francos.

Raquel Queirós De Amarelo Na Volta A Portugal Feminina Cofidis
Photo © João Fonseca Photographer

A Volta a Portugal Feminina Cofidis, enquanto momento histórico e viagem pelo território mas também pela memória, tenta homenagear e recordar todas as atletas que ajudaram a construir a história do ciclismo em Portugal. Em Setúbal foi evocada Oceana Zarco, pioneira do ciclismo feminino de competição. Hoje, em Vila Franca de Xira, juntou-se à Caravana Isabel Caetano, uma das ciclistas com melhor palmarés nacional, com títulos nacionais em distintas vertentes e, atualmente, em competição como guia da paraciclista Ana Silva.

Deixar uma resposta