PUB

Boas notícias para o setor português das duas rodas e mobilidade suave, que vê o IVA baixar para seis porcento, depois de uma forte pressão por parte da ABIMOTA.

IVA DAS BICICLETAS VAI BAIXAR PARA 6%A redução do IVA é uma “luta” antiga, por parte da ABIMOTA, como recorda Gil Nadais, Secretário-Geral desta associação que representa as indústrias das duas rodas e mobilidade suave, ferragens e mobiliário:

PUB

“Desde 2019 que vínhamos a reivindicar esta medida, pois entendemos que esta é uma forma de apoiar o setor português das duas rodas e mobilidade suave, um setor com forte implementação e expansão e também de incentivar o uso da bicicleta, promovendo hábitos de deslocação mais saudáveis para todos e para o ambiente.”

IVA DAS BICICLETAS VAI BAIXAR PARA 6%Esta medida é fruto de uma proposta de alteração ao Orçamento do Estado para 2023 (OE2023), apresentada na passada quarta-feira na Assembleia da República pelo Livre, tendo tido os votos favoráveis de todas as forças políticas, exceto do PSD, que se absteve.

Assim, a compra e reparação de bicicletas vão sofrer uma baixa significativa do IVA, tal como era desejável pelas empresas do setor.

IVA DAS BICICLETAS VAI BAIXAR PARA 6%“Pugnamos pela baixa do IVA, tal como, durante a Pandemia, fizemos pressão para que as oficinas de reparação de bicicletas pudessem manter-se abertas, tal como as do setor automóvel. Felizmente temos encontrado sensibilidade, junto do Governo português, para entender estes temas e a presente redução do IVA é mais um bom exemplo de como há sensibilidade para as duas rodas e mobilidade suave nacionais, um setor, reforço, em grande expansão e com fortíssimo pendor de exportação, que desta forma ganha ainda mais competitividade, quer interna, quer além-fronteiras.” Declarou Gil Nadais.

PUB