Inverno rigoroso e ainda assim a vontade de pedalar persiste? A GSG Cycling Wear tem várias opções para tornar as voltas de bicicleta nessas alturas, mais confortáveis e prazerosas.

No tronco, a GSG apresenta duas opções na gama PRO, o casaco Everest e o impermeável e corta-vento Armour.

O casaco Everest Pro é produzido em material técnico com membrana EVENT altamente respirável, à prova de vento e resistente à água.

É um casaco extremamente anatómico, ficando justo ao corpo mas sem restringir os movimentos.

O seu interior possui um cardado bastante quente e o seu fecho conta com uma aba resistente ao vento a todo o seu comprimento.

Com três bolsos nas costas e um extra com fecho, torna-se bastante fácil transportar os artigos indispensáveis para o treino de forma prática, segura e facilmente acessível.

À imagem do jersey de manga comprida Roubaix Pro, o Everest também conta com elementos refletores no elástico da sua parte inferior traseira, bem como um fecho com travamento automático para facilitar a sua abertura e o fecho.

O Everest Pro, combinado com o Roubaix Pro possibilitam-nos aguentar com facilidade os dias mais frios, inclusive com temperaturas de 0° ou inferiores.

Ainda assim, caso o vento frio ou a chuva marquem uma forte presença, a GSG Cycling Wear reforça o combate ao frio e intempéries com o Armour Pro.

Um casaco corta-vento e impermeável com costuras seladas, altamente respirável e produzido em membrana EVENT STORM.

Com elástico nas mangas e uma aba no fundo das costas, que pode ser descida a fim de evitar que nos molhemos com a água/lama que salta da roda traseira, o Armour Pro dificulta a vida à chuva, e não deixa que esta chegue à roupa por baixo com facilidade.

O fecho com travamento automático para facilitar a sua abertura e o fecho do Armour Pro também está presente, sendo uma constante nos artigos da GSG.

Como é pelas extremidades do corpo que este perde mais calor e são também estas que mais sofrem com o frio, a GSG Cycling Wear, completa a sua gama Pro com mais alguns artigos que nos protegem literalmente, da cabeça aos pés.

A começar pela cabeça, a GSG coloca à nossa disposição a Heaty Pro Racing Granfondo, uma touca com o interior cardado e com membrana corta-vento na frente, costurada com 4 costuras planas, para melhor se ajustar à cabeça.

A toda a sua volta possuiu uma banda refletora para aumentar a visibilidade.

Nas mãos, para quando o frio aperta a sério, temos as luvas Widchill Pro Racing Granfondo. Umas luvas em material corta-vento e resistentes à agua, com os punhos maiores para evitar a entrada do vento pelas mangas do vestuário.

São umas luvas que apesar de serem quentes e preparadas para invernos rigorosos, são muito anatómicas, ajustando-se bem às mãos, tendo ainda o beneficio de possuírem na sua palma respirável, aplicações de gel a fim de absorverem os choques.

As pontas dos dedos indicador e polegar são fabricadas num material que nos permite a utilização do smartphone sem termos que as despir.

Por fim, e como não podia deixar de ser, a GSG tem também a proteção ideal para os nossos pés. As capas de calçado Warmy Pro Racing Granfondo, são a nossa safa nos dias frios e chuvosos, pois são fabricados em tecido impermeável e corta-vento.

Com o sistema de aperto na parte de baixo do calçado, em velcro, as Warmy podem ser utilizadas tanto em estrada como em BTT e os seus elementos refletivos, à imagem da restante gama Pro, permite-nos ser mais visíveis nas piores condições.

O seu fecho na parte traseira permite que se calcem com facilidade e o sistema de trancamento do fecho evita que estes abram sem que de facto o desejemos.

Estas peças de vestuário permitem-nos com toda a certeza enfrentar os dias de inverno mais rigorosos com conforto e acima de tudo, com um desenho muito bonito e confortável, que se ajusta muito bem ao corpo.

À imagem da restante gama Pro os únicos contras são os artigos que apesar das suas aplicações refletoras, são um pouco escuros para menores luminosidades e, para algumas carteiras, o preço não abona em seu favor, pois não é dos mais acessíveis ao comum ciclista, no entanto, como se sabe, a qualidade paga-se.

Mais informação pode ser consultada em www.giessegi.com.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome