Dia Mundial da Bicicleta é um incentivo para mudar a sociedade

88

Mais de 30 eventos velocipédicos, do Minho aos Açores, assinalam Dia Mundial da Bicicleta, 3 de junho; “O Ciclismo Vai à Escola” é iniciativa da Federação Portuguesa de Ciclismo para ensinar as crianças a andar de bicicleta

A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o dia 3 de Junho como Dia Mundial da Bicicleta. A Federação Portuguesa de Ciclismo congratula-se com a decisão e tem várias iniciativas em marcha para que a bicicleta esteja cada vez mais presente na vida quotidiana dos portugueses. No próximo domingo haverá mais de 30 eventos velocipédicos sob a égide federativa, espalhados por todo o território, do Minho aos Açores.

Além disso, estão no terreno várias iniciativas de longo prazo para que haja cada vez mais pessoas capacitadas para utilizar a bicicleta como meio de transporte, equipamento de lazer ou instrumento desportivo.

A criação do Dia Mundial da Bicicleta pela Assembleia Geral da ONU é o reconhecimento da bicicleta como meio de transporte acessível, fácil, sustentável, que promove a preservação ambiental e a saúde.

Seguindo as tendências internacionais, há cada vez mais pessoas a pedalar no dia a dia, os governos e as autarquias estão cada vez mais sensíveis a esta questão, apostando em vias cicláveis e em sistemas de utilização pública partilhada de bicicletas, e a indústria velocipédica tem uma pujança crescente em Portugal.

Contudo, ainda há um longo caminho a percorrer, especialmente no que respeita à capacitação da sociedade portuguesa para a utilização da bicicleta e para um mais saudável convívio entre ciclistas e demais utentes da via pública.

A iniciativa “O Ciclismo Vai à Escola”, integrada no Programa Nacional Ciclismo para Todos, pareceria da Federação Portuguesa de Ciclismo com a Direção-Geral de Educação, é um poderoso instrumento para formar cidadãos, desde as idades mais jovens, para as vantagens da bicicleta e para a sua correta utilização nos diferentes contextos.

Neste momento, “O Ciclismo Vai à Escola” já chegou a onze agrupamentos escolares do país, existindo contactos adiantados com mais cinco municípios para expansão imediata deste projeto. A ambição da Federação Portuguesa de Ciclismo passa por levar a bicicleta a um número crescente de escolas e de agrupamentos escolares para que seja possível mudar o paradigma de mobilidade do país, dando à bicicleta o papel central que já assumiu em outros países.

O primeiro Dia Mundial da Bicicleta, no próximo domingo, será, pois, uma jornada de celebração da bicicleta, do ciclismo e do futuro mais sustentável que a velocipedia permitirá. Por isso, a Federação Portuguesa de Ciclismo convida toda a população a pedalar no dia 3 de junho e a aderir às dezenas de eventos que se realizam em todo o território, como participantes nas realizações de ciclismo para todos e como público das provas de competição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome