A etapa de hoje da Vuelta a la Comunidad Valenciana, considerada a etapa rainha da prova antevia-se complicada, com quatro Prémios de Montanha, dois de segunda e dois de primeira categoria.

João Rodrigues da W52-FC Porto entrou na fuga do dia formada ao quilometro 30, com mais um ciclista. Aos 45 quilómetros passaram a ser 3 ciclistas em fuga.

Com as contagens de montanha a serem passadas pelos 3 homens, João Rodrigues amealhou pontos que o fizeram subir a quarto da Classificação da Montanha.

A 35 quilómetros para a meta voltaram a ser 2 elementos em fuga, com a diferença de 4m30s para o pelotão.

Já aos 30 quilómetros para o fim João Rodrigues não aguentou o ritmo do companheiro de fuga que via assim aberta a possibilidade de vencer isolado a etapa. Mas a subida final de apenas 3 quilómetros, veio a ser a mais complicada do dia e a refazer as classificações todas.

O primeiro da equipa W52-FC Porto a cortar a linha de meta foi Egdar Pinto na 25ª posição.

“Etapa muito rápida de saída onde tentamos colocar o Raúl na fuga. As outras equipas não tinham interesse na fuga e rapidamente a anularam. De seguida conseguimos colocar o João na frente e a etapa foi controlada até os 40 quilómetros para a meta onde o ritmo e a intensidade aumentaram na aproximação à última subida. Consegui entrar bem colocado graças ao trabalho do Samuel Caldeira e de seguida foi tentar fazer a subida de forma a não perder muito tempo” – Edgar Pinto

Vídeo da 4ª Etapa da Vuelta a la Comunidad Valenciana da equipa W52-FC Porto:

Classificação Etapa da equipa W52-FC Porto
25º Edgar Pinto +1m04
61º Raúl Alarcón +2m25
76º Samuel Caldeira +4m01
112º António Carvalho +6m10
114º João Rodrigues +6m10
DNF – Joaquim Silva
DNF – Rui Vinhas

Classificação Geral após 4ª etapa da equipa W52-FC Porto
33º Edgar Pinto +2m48
74º João Rodrigues +9m24
82º Samuel Caldeira +10m46
96º Raúl Alarcón +16m22
129º António Carvalho +29m08

No domingo, corre-se a última etapa da Volta à Comunidade Valenciana, de traçado plano e propícia à defesa da ‘amarela’ por parte de Izaguirre.

Deixar uma resposta