Estrangeiros mais fortes em Marrazes

835

1A segunda prova da Taça Cyclin’Portugal de cross country olímpico (XCO), hoje disputada na nova pista permanente de Marrazes, Leiria, foi totalmente dominada pelo forte contingente forasteiro, que conseguiu na prova portuguesa de classe 1 internacional preciosos pontos para as contas de apuramento olímpico.

2A prova de elite masculina assistiu a uma enorme demonstração de força do galego Pablo Rodríguez (MMR Factory Racing Team), que se isolou na primeira das cinco voltas e triunfou em solitário. Rodríguez cortou a meta com uma vantagem confortável de 1m01s face ao adversário mais direto, o prodígio germânico Maximilian Brändl, vice-campeão mundial júnior em 2015. O francês Hugo Drechou (Calvisson Vtt) foi o terceiro, a 1m41s.

4O campeão nacional, David Rosa, foi o melhor português, apesar de o percurso, muito enlameado, não favorecer as suas caraterísticas. Cruzou o risco no quinto lugar, a 2m49s do vencedor. A posição hoje alcançada permite ao ciclista natural de Fátima manter-se no topo da geral da Taça e amealhou 20 pontos para o ranking de qualificação olímpica. José Dias (Seissa/MGB Bikes/Matias e Araújo/Frulact) saltou para a liderança em sub-23.

A prova de elite feminina, que também contou com uma forte participação internacional, foi dominada pela seleção nacional da Polónia, que cumpriu com sucesso o objetivo de pontuar em Portugal tendo em vista o apuramento para o Rio de Janeiro, ocupando as duas primeiras posições.

Monika Żur, medalha de bronze no Europeu de sub-23 do ano passado, foi a mais forte. Cortou a meta com 6 segundos de vantagem sobre a compatriota Aleksandra Dawidowicz. A chinesa Ren Chengyuan foi a terceira classificada, a 3m37s da vencedora. Ana Vale (Batotas/Ponte de Lima), décima classificada, a 18m50s, foi a melhor portuguesa. Ana Tomás (BTT Seia) bateu as restantes sub-23.

Na geral, a ucraniana Nataljia Krompets, quarta classificada em Marrazes, segurou o primeiro lugar entre a elite feminina. Ana Tomás assumiu a liderança em sub-23.

Em juniores, os triunfos neste domingo foram para os corredores que já chegaram a Marrazes na frente da Taça Cyclin’Portugal, João Rocha (Rodabike/ACRG/Gondomar), no setor masculino, e a britânica Emily Wadsworth (Beeline-Gener8), entre as raparigas. Guilherme Mota (Marrazes/Gui/Breijinho/BikeZone Leiria), a correr em casa, foi o melhor cadete e passou para o comando da geral. Raquel Queirós (ASC/Focus Team/Vila do Conde) ganhou a prova de cadetes femininas e assumiu a liderança, com os mesmos pontos de Raquel Silva (BTT Loulé/BPI).

Nas categorias de veteranos os melhores foram Rúben Nunes (ASC/Focus Team/Vila do Conde), em masters 30, António Sousa (ProRebordosa/Garrafeira Gomes/Oforsep), em masters 40, Reinaldo Luís (HC Turquel/TalachaShop/Valsabor), em masters 50, e Teresa Fernandes (Nutrimania Sports Nutrition/GDVP), em femininas.

Fábio Luiz (Marrazes/Gui/Breijinho/BikeZone Leiria) foi o mais forte dos dois paraciclistas presentes. A ASC/Focus Team/Vila do Conde venceu a classificação coletiva.

Além da prova de XCO, Marrazes acolheu neste domingo o Encontro Inter-Regional de Escolas. No conjunto das duas realizações, passaram pela freguesia leiriense cerca de 700 atletas.

A Taça Cyclin’Portugal de XCO prossegue no dia 10 de abril, em Valongo, com a realização de mais uma prova de classe 1 internacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome