O jovem ciclista colombiano Egan Bernal (Sky), de 22 anos, conquistou hoje o Paris-Nice, ao segurar a vantagem sobre o seu compatriota Nairo Quintana (Movistar) na oitava e última etapa, vencida pelo espanhol Ion Izagirre (Astana).

Bernal ainda cedeu quatro segundos a Quintana nos 110 quilómetros da derradeira tirada, que teve partida e chegada a Nice, mas terminou a 77.ª edição da corrida francesa com 39 segundos de vantagem sobre o vencedor do Giro em 2014 e da Vuelta em 2016.

O polaco Michal Kwiatkowski (Sky) terminou a prova na terceira posição, a 1.03 minutos de Bernal, que tinha vencido em 2018 a Volta à Califórnia e a Colômbia Oro y Paz, na qual também relegou Quintana para o segundo lugar.

Bernal assegurou o sexto triunfo da Sky nas últimas oito edições do Paris-Nice, sucedendo no historial da corrida ao espanhol Marc Soler (Movistar).

O português Amaro Antunes (CCC) subiu duas posições e terminou a corrida no 29.º lugar, a 24.38 minutos de Bernal, após concluir a etapa final no 29.º lugar, a 4.05 minutos de Izagirre.

Ion Izagirre venceu a etapa em solitário, em 2:41.10 horas, deixando a 18 segundos o primeiro grupo de perseguidores, encabeçado pelo belga Oliver Naesen (AG2R) e pelo holandês Wilco Kelderman (Sunweb).

Quintana foi o 10.º a cruzar a linha de meta, 22 segundos depois de Izagirre, enquanto Bernal chegou quatro segundos depois, na 19.ª posição, escudado por Kwiatkowski, que foi 17.º.

O belga Philippe Gilbert (Deceuninck-QuickStep), que ocupava o segundo lugar da classificação geral, ‘caiu’ para o 15.º posto final, a 6.19 minutos de Bernal, depois de ter perdido seis minutos na etapa.

Deixar uma resposta