EFAPEL celebra a Primavera na Póvoa de Varzim

66

Domingo realiza-se uma das clássicas mais tradicionais do calendário velocipédico. Depois de mês e meio entre o Sul e o Centro do país, o pelotão ruma a Norte para a Clássica da Primavera. A equipa EFAPEL é uma das formações presentes com ambições. A habitual corrida realizada com partida e chegada na Póvoa de Varzim volta a apresentar um percurso selectivo para o qual os corredores da formação de Ovar se prepararam.

A Clássica da Primavera, que vai para a estrada pela 21ª vez, já foi conquistada pela equipa EFAPEL no passado e o director desportivo, Américo Silva, alinha com oito corredores que estão perfeitamente integrados na filosofia da estrutura. O objectivo passa, como é habitual, por estar nos principais momentos da corrida, procurar protagonismo e tentar obter mais um triunfo.

“Com a evolução que a equipa tem sentido desde o início da temporada e com o bom momento de forma que todos os corredores começam a atravessar, acredito que existem condições para estarmos na discussão pela vitória”, afirmou o director desportivo da EFAPEL.

A Clássica da Primavera apresenta o tradicional percurso. São 147 quilómetros que os corredores enfrentam a partir das 11 horas. A prova inclui sete subidas ao Monte de São Félix, montanha que normalmente tem um papel preponderante no desfecho final.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome