O ciclista da Deceuninck – Quick-Step Zdenek Stybar estará na manga de partida do Campeonato do Mundo de Ciclocrosse, realizado em Oostende, Bélgica, no domingo.

O atleta checo de 35 anos acrescentou o Campeonato do Mundo de Ciclocrosse aos seus planos para o início da temporada, após as mudanças no seu programa causadas pela evolução da pandemia de Covid-19. E com a edição deste ano a ser realizada na Bélgica, foi uma escolha fácil para o triplo vencedor (2010, 2011, 2014).

PUB

Ao falar sobre a mudança no programa, Zdenek disse: “Não era esperado que eu fizesse o Mundial este ano, mas as coisas evoluíram. Como sabemos, esta disciplina é a minha paixão, por isso, depois de ver algumas corridas na televisão senti que queria muito correr. Normalmente não teria cabido no meu horário, mas as coisas mudaram e depois de treinar muito, a minha condição está boa. Pesei minhas opções e discuti com Patrick Lefevere, bem como com a gestão da equipa e estou muito grato por ter recebido o apoio da equipa. Portanto, a partir daí, comecei o processo de preparação dos materiais e decidi ir em frente.”

“O Mundial sempre terá um sentimento especial, pois foi onde iniciei a minha carreira e conquistei as minhas vitórias especiais no evento. Não vou lá com a expectativa de ganhar desta vez, mas vou dar o máximo para me esforçar e tentar obter o melhor resultado possível. Existem dois excelentes favoritos, Wout van Aert e Mathieu van der Poel, mas depois disso é uma corrida bastante aberta pelo terceiro lugar. Os percursos serão agradáveis ​​e não muito técnicos e serão adequados para atletas poderosos. Isso é bom para mim, e como o meu último bloco de treino foi muito bom, significa que posso tentar dar o máximo ”, acrescentou Zdenek.