Wilier Triestina Cento10AIR DISC

118

A bicicleta de corrida Wilier Triestina Cento10AIR DISC combina performance aerodinâmica com um incrível controlo e capacidade de travagem, graças à montagem direta dos travões de disco hidráulicos. Esta bicicleta vai permitir pedalar mais rápido em completa segurança, em qualquer condição climatérica.

Esteticamente, o design geral é idêntico ao da Wilier Triestina Cento10AIR, a versão que dispõe da versão tradicional de travões. Ao utilizar os sistemas ALABARDA ou STEMMA + BARRA, a Wilier Triestina Cento10AIR DISC oferece uma completa passagem interna dos cabos e bichas. Isto aumenta ainda mais a eficiência aerodinâmica.

TECNOLOGIA DE TRAVÕES DE DISCO

A Cento10AIR DISC está equipada com travões de disco e rotores de 160mm de parafusos. A forqueta e triângulo estão desenhados para suportar uma vasta gama de rodas: possibilidade de usar pneus até 30mm.

INTEGRAÇÃO TOTAL

O design sofisticado da testa do quadro, combinado com a forma especial dos rolamentos, torna possível a passagem de até 3 bichas. Estas 3 bichas entram na testa do quadro graças ao Sistema Alabarda que recebe no seu interior as bichas da transmissão e travões a partir das manetes, guiando-as com o angulo correto pelo interior da testa do quadro.

No caso da transmissão electromecânica, a bicicleta não terá bichas no exterior, dando à Wilier Triestina Cento10AIR DISC uma aparência de extrema beleza estética.

AERODINÂMICA

A Wilier Triestina Cento10AIR DISC é a bicicleta de topo no que toca a performance e aerodinâmica. Semelhante ao modelo de pinças direct-mount, a nova Wilier Triestina Cento10AIR foi desenvolvida de acordo com as regras ‘Naca-Low-Speed’.

Estas regras são algoritmos derivados da aeronáutica que torna possível a medição dos tubos por forma a providenciar a máxima eficiência aerodinâmica possível. Um outro conceito aerodinâmico muito importante é combinado com os algoritmos NACA: A teoria KAMM.

Esta solução torna possível reduzir o peso e, aumentar a rigidez de torção sem afetar a eficiência aerodinâmica do tubo em si.

Para mais informações visite: wilier.com.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome