Volta ao Algarve | Geraint Thomas vence contrarrelógio e reforça liderança

34

O britânico Geraint Thomas (Team Sky) venceu hoje a terceira etapa da Volta ao Algarve, um contrarrelógio de 20,3 quilómetros, disputado em Lagoa, e reforçou o comando da geral individual.

O ciclista galês, vencedor da Volta ao Algarve em 2015 e em 2016, pulverizou os registos da concorrência cumprindo o exercício individual em 24m09s. Geraint Thomas pedalou à média de 50,435 km/h, um feito relevante, tendo em conta a exigência do traçado, com várias rampas inclinadas, subidas, descidas e viragens, que quebravam o ritmo e elevaram a dificuldade da etapa.

O segundo classificado foi o campeão europeu de contrarrelógio, o belga Victor Campenaerts (Lotto Soudal), que gastou mais 11 segundos do que Geraint Thomas. O campeão suíço da especialidade, Stefan Küng (BMC Racing Team) fechou o pódio do dia, a 19 segundos do vencedor.

O triunfo no contrarrelógio confirmou Geraint Thomas como o principal favorito à conquista da 44.ª Volta ao Algarve. O chefe-de-fila da Team Sky manteve a camisola amarela, mas passou a dispor de 22 segundos de vantagem sobre o companheiro de equipa Michal Kwiatkowski, segundo classificado. O português Nelson Oliveira (Movistar Team) assinou um excelente quinto lugar no contrarrelógio, sendo catapultado para o terceiro lugar da geral, a 32 segundos da Camisola Amarela Algarve.

Adivinha-se que a última etapa, a disputar no domingo, entre Faro e o alto do Malhão, seja determinante, dado que o final em alto poderá proporcionar ataques que desmembrem a superioridade da Team Sky.

“Senti-me realmente bem na Fóia, mas hoje não saberia o que esperar. Optei por começar forte e gerir o esforço. Quando se está com a camisola amarela isso dá-te uma motivação suplementar. Senti-me bem e consegui vencer pela primeira vez um contrarrelógio no Algarve. No último dia teremos o Malhão, que é uma subida curta mas intensa. Há vários trepadores fortes no pelotão e as diferenças são curtas mas tanto eu como o Kwiatkowski estamos entre os primeiros e, se correr bem, manteremos a camisola amarela”, considera Thomas.

As restantes classificações também estão em aberto. Michal Kwiatkowski continua a vestir a Camisola Vermelha Cofidis, da regularidade, em igualdade pontual com Dylan Groenewegen (Team LottoNL-Jumbo). Benjamin King (Team DImension Data) segue com a Camisola Azul Liberty Seguros, de melhor trepador, mas terá trabalho árduo nas duas etapas em falta para a segurar. A Team Sunweb confirma o favoritismo para a conquista da Camisola Branca Águas do Algarve, colocando dois corredores no topo da tabela da juventude, com o holandês Sam Oomen na dianteira. A Team Sky comanda coletivamente.

Etapa de amanhã

A quarta etapa, a disputar neste sábado, é a mais longa da competição, 199,2 quilómetros, entre Almodôvar e Tavira. A partida será às 12h00, prevendo-se uma chegada ao sprint, cerca das 17h00. Pelo caminho há duas metas volantes, Rosário (km 39,2) e Alcoutim (km 132,5), e dois prémios de montanha de quarta categoria, Neves (km 98,3) e Santa Marta (km 121).

Algarve Granfondo Cofidis

Além de acolher o final da etapa, Tavira será palco, neste sábado, do Algarve Granfondo Cofidis. O evento de participação popular, que tem mais de 800 inscritos, começa às 9h20. Os participantes dividem-se entre o Mediofondo, com 73 quilómetros, e o Granfondo, com 119.

Classificações/Results

3.ª Etapa/3rd Stage: Lagoa – Lagoa, 20,3 km (ITT)

1.º Geraint Thomas (Team Sky), 24m09s (50,435 km/h)
2.º Victor Campenaerts (Lotto Soudal), a 11s
3.º Stefan Küng (BMC Racing Team), a 19s
4.º Nelson OLiveira (Movistar Team), a 22s
5.º Michal Kwiatkowski (Team Sky), mt
6.º Tony Martin (Team Katusha Alpecin), a 27s
7.º Tejay van Garderen (BMC Racing Team), a 47s
8.º Bob Jungels (Quick-Step Floors), a 49s
9.º Vasil Kiryienka (Team Sky), a 50s
10.º Lukasz Wisniowski (Team Sky), a 51s

Geral Individual/General Classification

1.º Geraint Thomas (Team Sky), 10h01m58s
2.º Michal Kwiatkowski (Team Sky), a 22s
3.º Nelson OLiveira (Movistar Team), a 32s
4.º Bob Jungels (Quick-Step Floors), a 52s
5.º Tejay van Garderen (BMC Racing Team), a 53s
6.º Bauke Mollema (Trek-Segafredo), a 1m01s
7.º Jaime Rosón (Movistar Team), a 1m18s
8.º Maximilian Schachmann (Quick-Step Floors), a 1m19s
9.º Felix Grosschartner (Bora-hansgrohe), a 1m20s
10.º Vasil Kiryienka (Team Sky), a 1m24s

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome