PUB
blank

A segunda edição da Volta a Portugal Feminina Cofidis vai realizar-se entre 16 e 19 de junho e o percurso já está definido. O pelotão vai percorrer 273,4 quilómetros, começando com um prólogo, em Loures, e terminando com uma etapa em linha que finaliza em Anadia, com duas voltas ao circuito que, semanas depois, irá receber o Campeonato da Europa de Estrada.

VOLTA A PORTUGAL FEMININA COFIDIS | DANIELLE SHROSBREE MAIS RÁPIDA EM SETÚBAL
Photo © João Fonseca Photographer

Depois do sucesso desportivo e social da histórica primeira edição, a Volta a Portugal Feminina Cofidis entra em fase de consolidação desportiva e de expansão territorial. A segunda edição leva as emoções do ciclismo feminino a diferentes regiões.

PUB
blank

As partidas e chegadas do prólogo e das três etapas atravessam cinco comunidades intermunicipais: Área Metropolitana de Lisboa e as comunidades intermunicipais do Oeste, Médio Tejo, Região de Leiria e Região de Aveiro.

VOLTA A PORTUGAL FEMININA
Photo © João Fonseca Photographer

A prova inicia-se com um prólogo de 2,9 quilómetros, em Loures, a partir das 16h00 de dia 16 de junho, feriado nacional. Será um contrarrelógio individual, que ajudará a marcar as primeiras diferenças, mas que, por ter uma distância curta, manterá tudo em aberto na luta pela classificação.

A primeira etapa em linha, no dia 17, parte de Vila Franca de Xira, às 12h30, para chegar a Torres Vedras, junto à icónica estátua que homenageia Joaquim Agostinho, cerca das 15h00, depois de percorridos 87,6 quilómetros. É a menos exigente das etapas em linha em termos de orografia, mas pode guardar surpresas, por passar em zonas onde o vento, por vezes, faz a sua aparição com alguma intensidade.

RAQUEL QUEIRÓS CONQUISTA A 1.ª VOLTA A PORTUGAL FEMININA COFIDIS
Photo © João Fonseca Photographer

Num percurso com nível de exigência crescente de etapa para etapa, surge a terceira jornada competitiva, segunda etapa em linha, no sábado, 18 de junho. A partida será em Monte Redondo, concelho de Leiria, às 12h45. O itinerário terá 78,1 quilómetros, que incluem o prémio de montanha de segunda categoria, no alto do Reguengo, a 22,5 quilómetros da chegada, que acontecerá por volta das 15h00, em Ourém.

A etapa-rainha será a terceira e última, no dia 19. As corredoras partem de Aveiro às 12h15 para uma viagem de 104,7 quilómetros, que irá terminar em Anadia, cerca das 15h15. A fase final ficará marcada por duas voltas ao circuito que irá receber as provas de fundo do Campeonato da Europa, que a Federação Portuguesa de Ciclismo irá organizar entre 30 de junho e 19 de julho. A exigência deste circuito marcará diferenças e será determinante no apuramento da sucessora de Raquel Queirós como vencedora da Volta a Portugal Feminina Cofidis.

RAQUEL QUEIRÓS CONQUISTA A 1.ª VOLTA A PORTUGAL FEMININA COFIDIS
Photo © João Fonseca Photographer

“A Volta a Portugal Feminina é herdeira da Volta a Portugal, nascida em 1927, motivo pelo qual tem um compromisso com o território, procurando levar a festa do ciclismo aos mais variados locais. A edição deste ano apresenta uma maior cobertura territorial, sem perder o equilíbrio desportivo. O percurso é variado, apresentando etapas para diferentes perfis de ciclistas. Espera-se que adicione emoção e competitividade ao evento. O final será, certamente, em festa, no circuito que semanas depois irá receber, em Anadia, o Campeonato da Europa de Sub-23 e Juniores”, considera o presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui