Foi assim nas últimas quatro semanas em casa de Fabio Wibmer em Innsbruck, na Áustria. Em Home Office, a estrela austríaca do ciclismo e do YouTube leva-nos ao redor da sua casa no verdadeiro estilo Wibmer – polvilhado com uma dose séria de criatividade.

Fabio Wibmer – Home Office
© Hannes Berger

Desde o início do vídeo de cinco minutos, fica claro que a vida de Fabio Wibmer não está completa se ele não estiver numa bicicleta. Fazer tarefas sem bicicleta claramente não diverte o austríaco e ninguém vem à sua sessão de assinaturas na sala de estar – então ele planeia a sua fuga criativa ao tédio do recolhimento – é claro, usando a sua bicicleta. Desde o início, Fabio inicia com um salto do telhado e, a partir daí, acabou-se o tédio.

Saltando e ultrapassando obstáculos caseiros, equilibrando-se nos itens domésticos e usando a sua máquina de lavar roupa para muito mais do que o pretendido, Fabio atravessa a casa, irritando os seus colegas de quarto enquanto se diverte.

Fabio Wibmer – Home Office
© Hannes Berger

No entanto, ele não irrita apenas os seus colegas de quarto – ele ajuda-os na lavandaria ou faz-lhes companhia durante o almoço ou a sessão de ioga da tarde. Como que num excerto do livro Dude Perfect, ele também tira o lixo, joga um pouco de basquetebol e atira alguns dardos.

Fabio Wibmer – Home Office
© Hannes Berger

Como se isso não bastasse, Fabio põe o seu equilíbrio à prova – superando muitos obstáculos, incluindo um balouço e a sua segunda bicicleta, não nos podemos esquecer do salto em altura, o trampolim e a piscina.

Fabio Wibmer – Home Office
© Hannes Berger

A cereja no topo é o “Pit Stoppie” – um nose-manual, onde Fabio gira a roda traseira solta contra uma parede e depois a volta a montar na bicicleta, sem nunca sair dos pedais.

O Home Office foi filmado na casa de Fabio em Innsbruck nas últimas quatro semanas e filmar era tudo, menos fácil. “Sabíamos que não poderíamos sair de casa por um tempo e, apesar de não sabermos quanto tempo duraria o recolhimento, queríamos criar algo que permitisse que as pessoas aliviassem um pouco a cabeça. Mesmo que fosse por apenas cinco minutos, queríamos escapar do que está a acontecer no mundo e colocar sorrisos no rosto”, diz o austríaco de 24 anos.

© Hannes Berger

“Ao mesmo tempo, é claro que queríamos ter certeza de não correr riscos desnecessários ou mostrar algo perigoso – era extremamente importante não nos aleijarmos, queríamos evitar isso a todo custo. Foi por isso que tivemos que ser criativos com o que tínhamos. Como só podíamos filmar em casa e no jardim, precisávamos planear tudo, tentar tudo, ver o que funcionaria e o que não funcionaria. Para alguns truques, precisávamos de mais de 600 tentativas. Os Dude Perfect dar-nos-iam um grande “fixe”.”

© Hannes Berger

Sabe como o Home Office foi feito, e o trabalho num especial de 20 minutos nos bastidores em www.redbull.com.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome