A União Ciclista Internacional (UCI) anunciou a suspensão de todas as provas agendadas até ao fim de abril, devido à “propagação acelerada” da pandemia da Covid-19.

O anúncio surge um dia depois de o organismo que gere o ciclismo mundial ter reunido com ciclistas, organizadores de provas e responsáveis das equipas.

Segundo a UCI, quando forem retomadas as competições será dada prioridade no calendário às três principais provas, Volta a França, Volta a Itália e Volta a Espanha, e só depois às restantes, “dependendo do espaço disponível no calendário e tendo em conta a sobreposição”.

O presidente da UCI, David Lappartient, admitiu que a temporada, que normalmente termina em meados de outubro, possa ser prolongada até novembro.

Em 13 de março, a Volta a Itália, que deveria decorrer entre 09 e 31 de maio foi adiada para data a definir devido à pandemia da Covid-19, tendo-se seguido o adiamento de outras provas.

Em Portugal, a Volta ao Alentejo, que deveria ter ido para a estrada entre 18 e 22 de março, foi a principal ‘vítima’ da Covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome