UCI Distingue Organização do Troféu Joaquim Agostinho

159

A União Ciclista Internacional classificou com nota máxima a organização do 41º Grande Prémio Internacional de Ciclismo de Torres Vedras, prova realizada pela União Desportiva do Oeste entre 12 e 15 de Julho de 2018.

© João Fonseca

Após analise ao relatório efetuado pelos Comissários presentes, a UCI considerou que a prova torriense teve um excelente desempenho a vários níveis, nomeadamente na área da segurança, realização televisiva, promoção, aderência de público e uma definição de percursos variada e equilibrada para a competição.

PUB

O organismo que tutela o ciclismo mundial referiu que “a UDO está de parabéns pela qualidade apresentada numa prova desta classe. Realçamos a ótima relação entre o Comité Organizador e o Colégio de Comissários. É uma organização muito experiente e nada é deixado ao acaso, com todos os envolvidos a entenderem bem os requisitos da UCI e a desenvolverem todos os esforços para responder às nossas solicitações. O evento é bem promovido e o público faz do ciclismo uma festa, respondendo presente ao longo dos percursos e nos finais das etapas”

© João Fonseca

Recorde-se que o Grande Prémio de Torres Vedras atribuí anualmente o Troféu Joaquim Agostinho ao vencedor da competição, naquela que se constitui como a grande homenagem ao saudoso torriense, melhor ciclista português de todos os tempos e eterno embaixador de Portugal pelos quatro cantos do mundo.

Na edição 2018, e ao fim de 486 quilómetros percorridos por toda a região oeste, coube a José Neves da W52 FC Porto a proeza de erguer o troféu, levando a melhor sobre os 115 ciclistas que se apresentaram à partida da competição em representação de 20 equipas, 13 portuguesas e 7 internacionais.

Deixar uma resposta