O UAE Tour foi hoje cancelado, quando faltavam duas etapas para o final, devido ao novo coronavírus (Covid-19), confirmou o ciclista britânico Chris Froome (INEOS) numa publicação nas redes sociais.

Volta aos Emirados Árabes Unidos“É uma pena que a Volta aos Emirados Árabes tenha sido cancelada, mas a saúde pública está em primeiro lugar. Estamos a aguardar pelos testes e permaneceremos no hotel até indicação em contrário”, escreveu o quatro vezes vencedor da Volta a França (2017, 2016, 2015 e 2013) na sua conta na rede social Twitter.

Chris Froome, que escolheu precisamente esta prova para regressar à competição oito meses após sofrer uma queda violenta no Critério do Dauphiné, corroborou uma informação avançada por vários meios especializados internacionais.

Antes do anúncio do cancelamento do UAE Tour, que no final da quinta etapa, hoje disputada, era liderada pelo britânico Adam Yates (Mitchelton-Scott), as equipas e os membros da organização receberam uma nota que estabelecia a proibição de sair dos hotéis.

“Por indicação das autoridades de Abu Dhabi, fica proibida a saída das pessoas alojadas nos hotéis”, indicava o texto.

O diretor da Volta aos Emirados Árabes Unidos, Mauro Vegni, deslocou-se ao hotel dos ciclistas para se reunir com diretores desportivos e avaliar a situação, tendo saído dessa reunião a decisão de cancelar a segunda edição da prova, a única do WorldTour disputada no Médio Oriente.

De acordo com o site italiano Tuttobici, as autoridades locais vão realizar testes a todos os ciclistas, ‘staff’, jornalistas e membros da organização alojados nos dois hotéis reservados para a caravana, de modo a descartar uma eventual infeção por coronavírus (Covid-19).

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome