Tiago Ferreira vai esta quarta-feira fazer um desafio inédito de 24 horas, onde pretende estabelecer um novo recorde do mundo, pedalando continuamente num circuito florestal fechado com 214 metros de desnível.

Tiago Ferreira quer estabelecer recorde mundial de BTT em desafio de 24 horasA iniciativa vai decorrer na zona de S. Pedro do Sul, no centro do país, num local que o atleta preferiu não divulgar para evitar concentração de pessoas na área, consistindo numa subida de cerca de 1,5 quilómetros que o ciclista vai percorrer, nos dois sentidos, o maior número de vezes possível.

O início da prova está agendado para as 10:00 desta quarta-feira, 22 de julho, e o seu fim à mesma hora do dia seguinte, 23 de julho, e representa um feito nunca antes tentado pelo experiente atleta.

Tiago Ferreira quer estabelecer recorde mundial de BTT em desafio de 24 horas“A questão mais complicada deverá ser o período da noite, que não estou tão habituado. É algo que não se treina, tem de ser pela adrenalina do desafio, e acho que é isso que me vai guiar nesse período”, disse Tiago Ferreira.

Apesar de reconhecer que este é o “desafio mais ousado” de uma longa carreira no BTT, onde já lhe amealhou títulos nacionais, europeus e mundiais na vertente de Cross Country Maratona, além de uma participação nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, o atleta, de 31 anos, confessou que não fez uma preparação específica para estas 24 horas.

Tiago Ferreira quer estabelecer recorde mundial de BTT em desafio de 24 horas“A minha modalidade do BTT já me obriga a fazer treinos de longas horas, é algo que estou habituado. Claro que nunca fiz nada desta dimensão e que será muito desgastante, mas temos a situação preparada. Vou ter abastecimentos em dois pontos para que possa ingerir alimentos várias vezes”, explicou Tiago Ferreira.

O ciclista de BTT, que já há alguns anos acalentava o desejo de fazer este desafio, confessou que o mesmo estava “inicialmente agendado para o final” do ano, mas que a situação da pandemia de covid-19, que fez cancelar todas as provas nacionais e internacionais, “precipitou a antecipação da iniciativa”.

Tiago Ferreira e Raquel Queirós sagraram-se campeões nacionais de XCM 2019“É também uma forma de passar a mensagem, para outros atletas, que não havendo o calendário que todos queríamos ter nesta altura do ano, há sempre desafios que podemos traçar e continuar a treinar o mais possível. Não podemos deixar de ter objetivos“, considerou Tiago Ferreira.