Tiago Ferreira e Hans Becking da DMT Racing Team completaram a etapa mais longa do Brasil Ride 2019, um percurso de 143 km, mais de cinco minutos à frente das duplas Jaroslav Kulhavy / Matous Ulman e Henrique Avancini / Manuel Fumic.

Tiago Ferreira e Hans Becking lideram o Brasil Ride após a 2ª etapa
© Rosita Belinky / Brasil Ride

A segunda etapa da décima edição do Brasil Ride foi marcada pela rotatvidade dos líderes na disputa de elites masculina e feminina.

Apesar do início de dia chuvoso em Porto Seguro, o forte calor foi predominante, principalmente na região de Itabela e Guaratinga. Entre os homens, vitória de Tiago Ferreira (POR) e Hans Becking (HOL), da DMT Racing Team, com mais de 5 minutos de vantagem para Jaroslav Kulhavy (CZE) e Matous Ulman (CZE), da Specialized Racing, e Henrique Avancini (BRA) e Manuel Fumic (ALE), Cannodale Factory Racing XC.

Tiago Ferreira e Hans Becking lideram o Brasil Ride após a 2ª etapa
© Josue Fernandez / Brasil Ride

Ferreira e Becking, que estavam em terceiro lugar depois do prólogo, completaram a etapa em 5h10min49. Com o tempo, conquistaram a camisa amarela, com 4min27 de vantagem para Avancini e Fumic, que concluíram em5h16min26.

Tiago Ferreira e Hans Becking lideram o Brasil Ride após a 2ª etapa
© Josue Fernandez / Brasil Ride

“A etapa foi boa. A estratégia pré-definida nós não temos, porque tudo pode acontecer. Aproveitamos todos os momentos possíveis para fazer a diferença. Se não me engano no km 80, em subidas novas, forçamos o ritmo e partimos o pelotão. A partir daí, fomos ganhando vantagem”, contou o Tiago Ferreira.

© Fabio Piva / Brasil Ride

Além da vitória, Tiago Ferreira confirmou sua hegemonia na etapa, tendo vencido a disputa todas as vezes desde que o Brasil Ride foi disputada no extremo Sul da Bahia. “Não planeámos as próximas etapas. O nosso único objetivo é ganhar. Então vamos tentar todos os dias e o que for, será. Não nos vamos focar demais num plano ou outro. Este ano a etapa foi bastante diferente, muito singular. É bom ter ganhado as quatro etapas que ligaram Arraial até Guaratinga”, complementou Tiago Ferreira.

© Mário Jordany / Brasil Ride

“Numa etapa como esta tem que esperar e seguir os seus instintos. O início era lento quando o grupo estava grande e sabíamos que o final era forte, ou seja, devíamos salvar energia o máximo possível. O Tiago começou a forçar o ritmo e é o meu trabalho segui-lo. Fiz o meu melhor até ao fim e estamos felizes com esse resultado”, comemorou Hans Becking.

Tiago Ferreira
© Rosita Belinky / Brasil Ride

A disputa das mulheres também teve novas líderes, em segundo lugar na etapa, Jaqueline Mourão e Danilas Ferreiras (Sense/Tropix) assumiram a liderança e agora vestem a camisa laranja. Já Viviane Favery e Tania Clair Piclker (Cannondale Brasil Racing / Soul), vencedoras do dia, são neste momento as segundas do geral e líderes das Américas. Karen Fernandes Olimpio / Ilda Pereira estão em 4º lugar da geral.

Tiago Ferreira
© Rosita Belinky / Brasil Ride

Na categoria Mista, José Silva / Celina Carpinteiro venceram a etapa e continuam líderes.

Na categoria Master Tiago Clamote / Tiago Silva venceram a etapa com o tempo de 06h06min57, Marco Macedo / Tiago Almeida fizeram o 4º lugar com o tempo de 06h59min41.

José Dias / Andreas Miltiadis terminaram no 11º lugar, Tiago Aragão / Rui Porto Nunes terminaram a etapa no 34º lugar em elites.

Vídeo com os melhores momentos da 2ª etapa:

Resultados – Etapa 2 –Arraial d’Ajuda – Guaratinga – 143 km

Masculino
1- Tiago Ferreira (POR) / Hans Becking (HOL) – 5h10min49
2- Jaroslav Kulhavy (CZE) / Matous Ulman (CZE) – 5h16min24
3- Henrique Avancini (BRA) / Manuel Fumic (ALE) – 5h16min26
4- Kristian Hynek (CZE) / Martin Stosek (CZE) – 5h18min18
5- Edson Rezende Jr. (BRA) / Nicolas Sessler (BRA) – 5h18min18

Feminino
1- Viviane Favery (BRA) / Tania Clair Pickler (BRA) – 6h54min35
2- Jaqueline Moura (BRA) / Danilas Ferreira da Silva (BRA) – 6h54min36
3- Raiza Goulão (BRA) / Angelita Parra (COL) – 7h00min16
4- Karen Olímpio (BRA) / Ilda Pereira (POR) –7h04min29
5- Letícia Cândido (BRA) / Hercília Najara (BRA) – 7h12min03

Geral – após 2 etapas

Masculino
1-Tiago Ferreira (POR) e Hans Becking (HOL) – 5h55min41
2-Henrique Avancini (BRA) e Manuel Fumic (ALE) – 6h00min14
3-Kristian Hynek (CZE) e Martin Stosek (CZE) – 6h04min09
4-Jaroslav Kulhavy (CZE) e Matous Ulman (CZE) – 6h05min07
5-Edson Resende (BRA) e Nicolas Sessler (BRA) –  6h05min17

Feminino
1-Jaqueline Mourão (BRA) e Danilas Ferreira (BRA) – 7h54min09
2-Viviane Favery (BRA) e Tania Clair Piclker (BRA) – 7h55min00
3-Raiza Goulão (BRA) e Angelita Parra (COL) – 7h59min45
4- Karen Olímpio (BRA) / Ilda Pereira (POR) –8h05min05
5- Letícia Cândido (BRA) / Hercília Najara (BRA) – 8h09min14

Tiago Ferreira Brasil Ride
© Fabio Piva / Brasil Ride

Amanhã a terceira etapa parte de Guaratinga, muda bastante a paisagem comparada com a costa. Muitas pedras, ainda no piso de terra. Algo pitoresco e diferente, passando pela lateral das grandes pedras. Caracterizada por muitos single tracks, alguns deles no meio de plantações de cacau, deixam o percurso de 35 km, bastante divertido.

Tiago Ferreira Brasil Ride
© Fabio Piva / Brasil Ride

Os atletas darão duas voltas, passam pelo acampamento em cada volta e neste dia são realizadas duas partidas, uma pela manhã para os 100 primeiros e a outra no início da tarde para os restantes. Desta forma, os atletas amadores conseguem assistir a uma disputa dos profissionais no “camarote” do acampamento.

Toda a informação sobre a 10ª edição do Brasil Ride em www.brasilride.com.br.

Deixar uma resposta