O esloveno Tadej Pogacar (UAE-Emirates) deu um passo importante para poder vencer a Volta à Califórnia em bicicleta, ao assumir a liderança com um triunfo na sexta e penúltima etapa, nas rampas do Monte Baldy.

Photo by Harry How/Getty Images

No exigente final da etapa, em que a meta coincidiu com contagem de montanha de categoria especial, o vencedor da Volta ao Algarve deste ano impôs-se ao colombiano Sergio Higuita (Education First), que terminou com o mesmo tempo do novo líder – 3:48.49 horas.

PUB

Os australianos George Bennett (Jumbo-Visma) e Richie Porte (Trek-Segafredo) chegaram logo depois e levaram mais cinco e 10 segundos, respetivamente, para cumprir os 127,5 quilómetros entre Ontario e o Monte Baldy, na região de Los Angeles.

Photo by Chris Graythen/Getty Images

Na classificação geral, Pogacar dispõe de 16 segundos de vantagem sobre Higuita e pode tornar-se, aos 20 anos, o mais jovem vencedor da Volta à Califórnia.

Photo by Chris Graythen/Getty Images

O norte-americano Tejay van Garderen (Education First), que liderava desde a segunda etapa, quebrou nos 8,5 quilómetros da subida final – com inclinação média de 8,2% e rampas a rondar 16% – e chegou com quase minuto e meio de atraso, caindo para o nono lugar.

Photo by Chris Graythen/Getty Images

João Almeida (Hagens Berman Axeon) foi o melhor português, ao terminar o 31.º posto, a 3.58 minutos, enquanto Rui Oliveira (UAE-Emirates) chegou no 49.º lugar, a 10.47, e José Gonçalves (Katusha-Alpecin) foi o 70.º a cortar a meta, a 22.31.

Na geral, Almeida saltou três posições, para 32.º, a 12.33 do camisola amarela, ao passo que Oliveira está em 61.º, a 36.09, e Gonçalves segue em 69.º, a 47.08.

A sétima e última etapa liga hoje Santa Clarita a Pasadena, na distância de 141 quilómetros, e tem duas contagens de montanha de segunda categoria.

Deixar uma resposta