Terceiro dia da Taça do Mundo de Paraciclismo assinalada pelo sexto lugar de Luís Costa na corrida de fundo da Classe H5.

Luís Costa voltou a classificar-se nos primeiros classificados de uma prova da Taça do Mundo de Paraciclismo ao alcançar o sexto lugar na corrida de fundo da Classe H5.

O atleta da Seleção Nacional cumpriu as oito voltas (64 km) ao percurso de Ostende, na Bélgica, em 1m55m23s, gastando mais 8m02s do que o primeiro classificado, o campeão mundial e líder do Ranking UCI, Tim de Vries (Holanda).

A corrida de Luís Costa em Ostende ficou dentro das expetativas de José Marques, selecionador nacional – ao posicionar-se nos dez primeiros, o atleta soma pontos para o ranking UCI – mas, ainda assim, ficou abaixo do quinto lugar na etapa inaugural da Taça do Mundo, conquistado na passada semana em Corridonia, Itália.

Flávio Pacheco, que voltou a representar as cores nacionais, foi 20.º classificado na corrida H4. O atleta da Equipa Portugal não melhorou o seu resultado face ao 14.º lugar conquistado em Corridonia. Na corrida belga, com um perfil mais plano, Pacheco cedeu 12m55s ao vencedor o holandês Jetze Plat.

O terceiro dia de provas contou com mais portugueses em liça. Ainda na Classe H4, Carlos Neves foi 29.º classificado, logo seguido por André Sobreiro, tendo perdido um e duas voltas, respetivamente, para o vencedor.

Na corrida H3, conquistada pelo francês Riadh Tarsim, João Pinto, a competir a título individual, foi 28.º enquanto que Diogo Oliveira, igualmente individual, classificou-se no 48.º lugar.

A segunda ronda da Taça do Mundo de Paraciclismo termina hoje. Para as provas finais de Ostende alinham, a título individual, João Monteiro (C4) e Paulo Barreto (C3). Já Telmo Pinão compete pela Seleção Nacional na prova C2, com 64 quilómetros de extensão.

Deixar uma resposta