Para manter um bom desempenho na prática do ciclismo, muitos atletas acabam por recorrer ao uso de suplementos, que não são nada mais que um complemento à sua alimentação para fornecer ao organismo a energia necessária para um bom funcionamento durante a pedalada.

Muitas vezes o que acaba por acontecer é que as pessoas ficam na dúvida sobre qual tipo de suplementação devem adotar para ajudar na satisfação das suas necessidades. Nesse caso é imprescindível que nos informemos dos principais tipos de suplementos que existem no mercado para não se faça a escolha errada na altura dos comprar.

Com isto, segue uma lista de alguns dos principais suplementos que ajudam os atletas na prática do seu desporto e lhes proporcionam toda a energia e força de que precisam para desenvolver uma atividade satisfatória e com qualidade.

Bebidas isotónicas

Todo e qualquer ciclista necessita de uma dieta rica em hidratos de carbono.

Os hidratos de carbono e os eletrólitos são os nutrientes essenciais que o organismo precisa para manter um bom funcionamento até ao final exercício. Com isso, as bebidas isotónicas são a fonte essencial de hidratos de carbono e eletrólitos para promover a reposição desses nutrientes que são consumidos durante os seus treinos quer na produção de energia, quer através da perda nutrientes como o sódio, o potássio, o cálcio, dentre outros ao suar.

Através das bebidas isotónicas o atleta conseguirá repor os eletrólitos perdidos e com isso evitará um possível quadro de desidratação.

BCAA’s

Fontes ricas em proteínas, os aminoácidos também são essenciais para a promoção do crescimento muscular. Ao fazer um treino muito intenso você acaba por perder tecido muscular o que pode levar a uma diminuição do sistema imunitário e ao aumento de lesões.

Desta forma, os aminoácidos presentes nos BCAA’s vão ajudar a manter a massa muscular do seu corpo e também melhorar o seu sistema imunitário.

Este suplemento irá também melhorar a sua performance através do aumento da sua resistência, sem contar que ajudará também o atleta na recuperação pós-treino ou pós-competição sendo portanto o seu uso tão importante para os praticantes do ciclismo.

Glutamina

Para os adeptos do ciclismo que querem manter o seu sistema imunitário fortificado para não terem quebras na sua performance desportiva, é importante que suplemente com glutamina pois ela irá desempenhar com excelência essa função.

A glutamina corresponde ao aminoácido de maior abundância no tecido muscular. Na prática de atividades físicas intensas, como é o caso do ciclismo, o corpo acaba por ser alvo de uma grande exigência física o que acaba por causar a perda de músculos e também uma redução na função imunitário do organismo.

Portanto a glutamina pode ser considerada um nutriente muito importante para os adeptos do ciclismo compitam eles ou não.

Multivitamínico

Para realizar as atividades do dia-a-dia, o corpo carece de alguns nutrientes como é o caso das vitaminas e dos minerais. Sem estes nutrientes, as funções básicas do organismo acabam por ficar comprometidas, ou seja, caso o atleta apresente alguma deficiência vitamínica ou de minerais, a sua saúde bem como o seu desempenho estarão comprometidos.

Os ciclistas geralmente estão em movimento durante grande parte do dia, sendo que o tempo de recuperação acaba por ser reduzido para a carga de stress que o corpo acumula.

Por meio da utilização de suplementos multivitamínicos você poderá melhorar a sua concentração e o fornecimento de energia, sem contar que haverá também uma redução significativa nas consequências do stress sobre o corpo. Dessa forma a recuperação será mais rápida e bem mais eficiente.

O multivitamínico indicado para os ciclistas será aquele que contenha agentes antioxidantes como é o caso da vitamina C e vitamina E. Ele também deverá ser rico em zinco, cálcio e vitamina A. A presença destes elementos no organismo ajudarão na manutenção do sistema imunológico e também promoverão a contração do tecido muscular.

Proteína

Se o atleta pratica o ciclismo com a intenção de ganhar massa muscular, ele precisará de adquirir uma quantidade relevante de proteína.

A escolha de uma suplementação proteica é fundamental para o atleta se manter saudável e também para o desenvolvimento de massa muscular que será bastante útil durante a prática do ciclismo.

Após a prática do ciclismo, a proteína irá ajudar na recuperação do corpo, pois os aminoácidos presentes neste suplemento são facilmente absorvidos e direcionados para os músculos a fim de promover a reparação muscular. Além disso a proteína não deixa aquela sensação de peso estomacal pois a sua digestão é rápida e fácil.

É preciso ressalvar que antes de comprar qualquer tipo de suplemento é necessário que antes de mais organize a sua agenda diária para conseguir realizar seus treinos e ao mesmo tempo manter uma alimentação saudável. Nesse processo os suplementos vão agir apenas como coadjuvantes entre a prática de exercícios físicos e uma dieta adequada.

É necessário também, que antes de mais nada o atleta procure uma opinião especializada para o ajudar a saber qual o tipo ideal de suplemento que pode utilizar bem como a maneira correta do seu uso e a dosagem adequada.

A alimentação será sempre o meio mais viável de consumir as proteínas e os aminoácidos de que o seu corpo precisa e a suplementação deve servir como complemento a essa alimentação, pois sem dúvida alguma o meio natural para obtenção de nutrientes será sempre a via mais segura para a saúde do organismo como um todo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome