A Lynx, uma start-up portuguesa, com sede em Aveiro, tem o seu core business no desenvolvimento de componentes para bicicleta em compósito de carbono, modelação CAD e análise estrutural (CAE), assim como processamento de compósitos por injeção de resina a alta pressão (HP-RTM) e produção e teste de protótipos funcionais.

Lynx e-MTBNeste momento está em processo de finalização de produção de um protótipo funcional de um quadro em compósito de carbono para uma bicicleta de montanha elétrica (e-MTB), com design e produção portuguesas.

A utilização de carbono para a produção de componentes para bicicleta, nomeadamente quadros, é frequentemente utilizada.

Lynx e-MTBNo entanto, dada a especificidade do material, o processo produtivo tem uma elevada componente manual, o que faz com que o quadro tenha um preço acrescido.

Para a produção do quadro e-MTB, a Lynx propõe-se utilizar um método de produção híbrido, permitindo diminuir a mão de obra, e aumentar a cadência de produção, fazendo com que o quadro tenha um valor inferior.

A Lynx propõe um design do quadro mais arrojado, e diferenciado da concorrência.

Lynx e-MTBA apresentação do primeiro protótipo está prevista até ao final do corrente ano.

O protótipo de quadro LYNX e-MTB é cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e pela União Europeia.

Mais informações brevemente em www.lynxcomposites.com.

Deixar uma resposta