Sporting-Tavira época 2016

1281

sporting-tavira 2016A equipa do Sporting-Tavira sofreu uma sangria com a saída de nada mais nada menos de 9 ciclistas, um que se retirou que foi Manuel Cardoso o sprinter da equipa, o líder do Sporting-Tavira Ricardo Mestre, ciclistas bons na ajuda ao líder de equipa para etapas de média-alta Montanha como Henrique Casimiro, Daniel Mestre e Rafael Reis que eram dois dos melhores roladores do Sporting-Tavira no apoio ao sprinter e por último os gregários da equipa João Rodrigues, Diogo Nunes, Fábio Rodrigues e João Pereira.

Transitaram para esta época dois ciclistas, David Livramento um bom trepador e corredor de equipa e Válter Pereira que tem resultados razoáveis nas duas etapas de alta Montanha da Volta em 2015, 36º na subida à Torre e 46º na subida à Srª da Graça.sporting-tavira 2016Entraram dez ciclistas, o italiano Rinaldo Nocentini que saiu da AG2R para ser o novo líder da equipa do Sporting-Tavira,o espanhol David de La Fuente que vem da Efapel e Hugo Sabido que sai da equipa do Louletano, dois ciclistas que nas etapas de montanha farão parte do bloco de apoio ao líder com o David Livramento, Jesus Ezquerra, Mário e Oscar Gonzales, os 3 ciclistas espanhois serão roladores nas provas iniciais da época mas espero que um deles evolua o suficiente para ajudar na montanha o líder, Luís Fernandes que sai da W52 para abraçar este projecto do Sporting e cujo papel deverá ser um dos últimos a trabalhar para o bloco da montanha da equipa na Volta a Portugal, isto é o 5º elemento do bloco e o 4º a trabalhar antes de David de La Fuente, David Livramento e Hugo Sabido, entram também 2 jovens ciclistas portugueses Julio Gonçalves e Rafael Lourenço e o ciclista Sul-Africano Shaun Nick Bester que é um bom ciclista de provas de 1 dia e um dos melhores contra-relogistas do seu continente ao ter ganho o contra relógio por equipas dos Jogos Africanos de 2015 com os seus dois colegas Gustav Basson e Hendrik Kruger.

Espero que o Sporting-Tavira lute por um bom lugar na Volta a Portugal em termos individuais e colectivos mas não espero que a ganhe com o Rinaldo Nocentini. Esta época deverá ser uma época para evoluir e obter alguns resultados relevantes nas provas nacionais e só para a próxima época é que devemos ver o Sporting-Tavira a lutar pela Volta a Portugal se os ciclistas mais jovens evoluírem bem na montanha e o líder melhorar no contrarrelógio que é o seu ponto mais fraco.

Texto: Pedro Ramos

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome