A terceira edição da Mediterranean Epic começou por alcançar o que parecia impossível, melhorar a expectativa criada nas edições anteriores e dando mais um passo na internacionalização da prova.

Mediterranean Epic 202032 países diferentes representados entre os seus participantes e uma grelha de partida com atletas de grande nível, são dois dos marcos alcançados em 2020.

A lista de participantes tem um nível tão elevado, que a escolha de um favorito para a etapa ou para a geral, parece uma tarefa impossível. Além disso, a Mediterranean Epic conseguiu reunir na mesma corrida várias estrelas mundiais de XCM.

A 1ª etapa de 62 km, com partida e chegada a Oropesa del Mar, foi marcado pela difícil subida inicial, uma subida longa, logo a seguir e, acima de tudo, uma longa e espetacular descida que encantou tanto os melhores ciclistas do planeta como centenas de corredores aficionados. Um terreno variado, com trilhos para todos os gostos, desde asfalto a trilhos rápidos, passando por descidas fluidas e com rocha que fazem desta região uma referência para do BTT.

Simon Vitzhum e Ramona Forchini são os primeiros líderes da Mediterranean Epic 2020David Valero (MMR Factory Racing) partia como detentor do título e não defraudou as espectativas, conhecedor do terreno, colocou-se na primeira posição à entrada da longa descida que começou ao quilómetro 12, no momento em que o seu ataque partiu o grupo.

Na frente da corrida permaneceram, o próprio Valero, o francês Victor Koretzky (KMC Orbea) e o suíço Simon Vitzhum (jb Brunex Felt). Com mais de meia etapa pela frente, parecia complicado que pudessem alcançar, destacados, a linha de meta mas a colaboração entre todos permitiu-lhes manter a diferença.

Simon Vitzhum e Ramona Forchini são os primeiros líderes da Mediterranean Epic 2020Vitzhum surpreendeu Valero e Koretzky num sprint emocionante e venceu a etapa, sendo o primeiro líder da corrida. O grupo perseguidor, com muitos dos favoritos, chegou a 53 segundos do vencedor do dia. David Rosa (Team Massi) terminou a etapa no 65º lugar. Joaquim Bica fez o 1º lugar da classe Master 50.

Simon Vitzhum e Ramona Forchini são os primeiros líderes da Mediterranean Epic 2020Na prova feminina, a batalha foi mais individual e resumiu-se a um mano a mano entre Emily Batty (Trek Factory Racing) e a campeã em título, Ramona Forchini (jb Brunex Felt).

A atleta suíça estabeleceu um ritmo forte desde metade da corrida, conseguindo distanciar-se e vencer sozinha, com uma vantagem de mais de 5 minutos sobre a canadiana. Batty ficou muito feliz com o resultado, tendo em conta que é a segunda prova por etapas que faz. Janika Loiv (Hawaii Express) completou o pódio após uma grande corrida.

Maaris Meier (Miranda Factory Team) fez o 16º lugar e Celina Carpinteiro (BTT Loulé/Elvis) foi 27ª. Em master Andreia Freitas terminou a etapa no 4º lugar.

Amanhã a 2ª etapa terá partida e chegada na cidade de Castellò, com apenas 56 km, mas com 1.600 metros de desnível acumulado e, acima de tudo, com uma sucessão de subidas e descidas que a tornam dura e exigente.

A etapa pode ser seguida, em direto no Facebook da Mediterranean Epic.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome