O português Luís Mendonça (Radio Popular-Boavista) subiu hoje à liderança da Volta ao Alentejo em bicicleta, após a quarta etapa, que ligou Ponte de Sor a Portalegre e que foi ganha pelo colombiano Sergio Higuita (Euskadi).

© Podium/Paulo Maria

No final dos 74,3 quilómetros da primeira etapa do dia, o colombiano, que em maio se vai mudar para a Education First, do World Tour, venceu em 1:56.28 horas, à frente do espanhol Mario Gonzalez (Euskadi-Murias) e do norueguês Tobias Foss (Uno X).

Na geral, Luís Mendonça, vencedor da prova em 2018, lidera com o mesmo tempo de Foss e de Higuita.

© Podium/Paulo Maria

Na quinta etapa, segunda do dia, os ciclistas terão de cumprir um contrarrelógio de 8,4 quilómetros em Castelo de Vide, com outros oito ciclistas a partir com o mesmo tempo do líder, entre os quais os espanhóis Raul Alarcón (W52-FC Porto) e Alejandro Marque (Sporting-Tavira), que já venceram a Volta a Portugal.

© Podium/Paulo Maria

Declarações após a quarta etapa da Volta ao Alentejo em bicicleta, que se disputou hoje entre Ponte de Sor e Portalegre, na distância de 74,3 quilómetros:

© Podium/Paulo Maria

Sergio Higuita, Col, Euskadi (vencedor da etapa e 3.º da geral): “Sinto-me muito feliz. A equipa vinha mentalizada para trabalhar muito para ganhar a etapa. Foi a primeira vitória como profissional e estou muito feliz por consegui-la com as cores da Euskadi. Vamos desfrutar agora deste triunfo e fazer o ‘crono’ da melhor maneira possível para tentar ganhá-lo e lutar pela geral”.

© Podium/Paulo Maria

Luís Mendonça, Por, Rádio Popular-Boavista (líder da geral): “Finalmente a amarela. Agora vamos ao ‘crono’ e aí é que vamos ver se ela fica comigo ou não. Vai ser a mil à hora. Há muitos ciclistas fortes, mas eu também estou lá. Esses sete ou oito [com o mesmo tempo do líder] são muito fortes. O Alarcón está muito forte, o Higuita também. Certamente o João Rodrigues também vai ter uma palavra a dizer”.

Deixar uma resposta